O Alfa Romeo 33/2 Coupé Speciale Pininfarina e uma visão diferente dos anos 70

Clássicos 02 Mar 2021

O Alfa Romeo 33/2 Coupé Speciale Pininfarina e uma visão diferente dos anos 70

O Alfa Romeo Tipo 33 Stradale foi apresentado pela primeira vez no Paris Motor Show, em 1967, e é seguro dizer que o público experienciou um momento de grande espanto. O design visionário de Franco Scaglione continua a ser uma das mais belas obras de arte no mundo automóvel, mas na década seguinte, os designers de automóveis desportivos iriam descartar a elegância do Tipo 33 Stradale, optando por designs completamente diferentes, com linhas rectas e planos lisos. A própria Alfa Romeo teve um papel de destaque nesta mudança da indústria.

No seguimento da revelação do Stradale, a marca começou logo a questionar o que viria a seguir. Para responder a esta questão, a constructora enviou quatro chassis que não foram utilizados do modelo, para os melhores carroçadores de Itália, dando-lhes a oportunidade de expressar a sua visão do futuro através destes. A Italdesign surgiu com o Iguana de Giorgetto Giugiaro, a Bertone apresentou o Carabo da autoria do designer que iria desenhar o Lamborghini Countach, Marcello Gandini, e a Pininfarina construiu três conceitos, o P33 Roadster e Cuneo de Paolo Martini, e o 33/2 Coupé Speciale de Leonardo Fioravanti.

Todos, a não ser o Coupé Speciale, mostravam ser visões do futuro. Os designs utilizavam linhas rectas e ângulos bastante agudos. Dois anos depois do Carabo, Gandini desenhou outra obra de arte, o conceito do Stratos Zero, e as ideias de ambos os automóveis deram origem ao Lamborghini Countach. Mas e se os designs mais rectos não tivessem substituído as linhas curvilíneas dos anos 60? Numa linha temporal alternativa, o Coupé Speciale de Fioravanti, podia ter sido o padrão para a seguinte geração de supercarros nos anos 70.


O Alfa Romeo 33/2 Coupé Speciale foi adaptado de outro concept car da Pininfarina, o Ferrari 250 P5, daí ser possível identificar semelhanças com alguns protótipos desportivos da marca na altura. Nessa época, a Pininfarina aparentava pensar que o design do P5 ainda teria um lugar no futuro, visto que modificaram a sua carroçaria, de modo a esta servir no chassis do Stradale fornecido pela Alfa Romeo.

Para além da sua forma, o Coupé Speciale manteve outras características específicas do P5, como o tejadilho em vidro e as portas tipo asa de gaivota, que permitiam o acesso ao interior em couro, onde os bancos apresentavam um padrão em xadrez, com os encostos da cabeça montados na separação entre o cockpit e o motor V8.

Este exemplar único encontra-se no Museo Storico Alfa Romeo, em Arese, onde foram tiradas as fotos que pode ver na galeria abaixo.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Fotografias: Kevin Van Campenhout


TAGS: Alfa Romeo 33/2 Coupé Speciale Pininfarina


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment