Mercedes-Benz 300 SL, um automóvel de sonho dos anos 50

Clássicos 17 Fev 2021

Mercedes-Benz 300 SL, um automóvel de sonho dos anos 50

A palavra Gullwing começou a ser interpretada de forma completamente diferente nos anos 50. Desde então, a atenção de fãs da Mercedes-Benz desperta sempre que ouvem a palavra. O 300 SL é um automóvel de sonho dos anos 1950 e um dos mais famosos da marca alemã.

As raízes do lendário desportivo encontram-se nos E.U.A, como Maximilian Hoffman, um influente importador de automóveis, disse “o que precisamos aqui é um Mercedes-Benz desportivo”, e assegurou que teria clientes para os 100 primeiros exemplares. Em Setembro de 1953 convenceu o Conselho de Administração a construir uma versão desportiva do bem-sucedido W196 300 SL, e nasceu o W198 300 SL, que fez a sua estreia no International Motor Sports Show em Nova Iorque, no início de 1954.

O 300 SL chegou ao topo com o seu motor com 215cv de potência e conseguia atingir os 250 km/h, sendo assim o mais rápido automóvel de produção da sua época. As suas infames portas “Gullwing” foram construídas desta forma devido ao seu design e chassis, que não tinha espaço para portas convencionais. Cerca de 1400 exemplares foram construídos, com 80% destes a serem exportados para os E.U.A, o que faz do 300 SL um dos modelos mais bem-sucedidos da Mercedes-Benz fora do seu país. Hoffman previu este sucesso antes da sua produção e, mais tarde, foi recompensado pelo seu acto pela marca.


Semelhante ao W196, os clientes escolheram uma carroçaria em alumínio, salvando cerca de 80 kg no peso, a um preço bastante alto, sendo essa a razão para apenas 29 unidades terem sido produzidas.


TAGS: Mercedes-Benz 300 SL Gullwing


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment