Porsche celebra o 25º aniversário do Boxster com edição limitada

Modernos 14 Jan 2021

Porsche celebra o 25º aniversário do Boxster com edição limitada

A Porsche comemora o 25º aniversário do seu roadster com um modelo especial de aniversário: o Boxster 25 Years. A edição limitada é restrita a 1250 unidades em todo o mundo e é baseada no modelo GTS 4.0, o qual é alimentado por um motor boxer de seis cilindros com quatro litros de capacidade e 294 kW (400cv). Faz referência a inúmeros elementos de design do concept Boxster, o qual antecipou a história de sucesso do descapotável de dois lugares no Salão Automóvel de Detroit em 1993. A versão de produção foi lançada em 1996, praticamente sem alterações visuais e está agora na sua quarta geração, depois de produzidas mais de 357.000 unidades.

Uma das características mais marcantes deste modelo especial é a reinterpretação da cor neodímio, um castanho acobreado, que proporciona um fantástico contraste com a cor prata GT metalizada da pioneira peça de 1993. Na edição especial, a cor neodímio é utilizada no pára-choques dianteiro, nas entradas de ar laterais, assim como no lettering e nas jantes bicolores de 20 polegadas. A Porsche oferece o Boxster 25 Years em prata GT metalizado, além de preto profundo metalizado e branco carrara metalizado. Outro elemento marcante pode ser encontrado na tampa do depósito de combustível, aprimorada com o destaque Porsche da gama Exclusive Design. Brilha em alumínio, assim com as saídas do sistema de escape desportivo, enquanto o contorno do pára-brisas tem um acabamento contrastante em preto.


Em linha com o estilo do original, o modelo especial combina o interior em pele em bordeaux com uma capota em vermelho. Os arcos da capota incluem o lettering Boxster 25 em relevo. Ambos estão também disponíveis em preto. O pacote interior em alumínio, os bancos desportivos com ajuste eléctrico em 14 vias, as protecções das soleiras das portas com o lettering “Boxster 25″ e o volante desportivo GT multifunções com aquecimento são alguns dos elementos que fazem parte da alargada lista de equipamento de série do novo modelo.

O coração da edição de aniversário oferece alegria pura: o motor boxer de seis cilindros e quatro litros de capacidade do 718 Boxster GTS 4.0 é também utilizado na sua variante mais potente no purista 718 Spyder. Com uma resposta sem esforço, uma entrega de potência excepcional e um som rico, o motor atmosférico de elevada rotação com 294 kW (400cv) garante uma experiência de condução especialmente emotiva. A Porsche oferece o Boxster 25 Years com caixa manual de seis velocidades ou transmissão automática de dupla embraiagem (PDK) com sete velocidades. Este modelo em edição especial alcança uma velocidade máxima de 293 km/h e, em combinação com a caixa PDK e o Pacote Sport Chrono, de série, acelera dos zero aos 100 km/h em quatro segundos. Outros elementos de série são a suspensão desportiva Porsche Active Suspension Management (PASM), a qual é dez milímetros mais baixa, e o Porsche Torque Vectoring (PTV) com diferencial mecânico de escorregamento limitado. Combinados, oferecem inesquecíveis momentos de conforto, carácter desportivo e comportamento dinâmico.

O novo Boxster 25 Years já está disponível para encomenda e chegará aos Centros Porsche no final de Março de 2021. Em Portugal, os preços começam nos 134.885 euros – incluindo impostos em vigor à data deste comunicado.


Um quarto de século de puro prazer de condução: a família Boxster completa 25 anos

O Boxster tem um significado muito especial para a Porsche, pois representou a reorientação da estratégia de modelos do construtor de automóveis desportivos e também um passo em frente nos tempos economicamente difíceis de meados dos anos 90 do século passado. Isto refletiu-se na produção do primeiro motor boxer de seis cilindros refrigerado a água e também no inteligente conceito de transporte de componentes que fez a sua estreia com o ágil roadster de motor central. Este conceito foi incorporado na geração 996 do 911, a qual foi lançada um ano mais tarde, tornando possível que a Porsche voltasse à produção rentável.

O atraente dois lugares conquistou, desde o início, os corações dos clientes mais jovens. A sua imagem incorporou elementos da já reconhecida imagem da marca. A aparência do concept Boxster, apresentado em Detroit, evocou imagens dos lendários automóveis de competição, 550 Spyder e 718 RS 60 Spyder. Foi tão bem-recebido em Janeiro de 1993 que o Conselho Executivo da Porsche interveio no desenvolvimento do design e ordenou: “construam-no exatamente assim”. Como o tempo provou, foi uma decisão sábia.

Quando o modelo de produção foi lançado, em Agosto de 1996, tinha uma evidente semelhança com a estrela do salão automóvel. Como partilha a sua secção dianteira com a geração 996 do 911, não houve qualquer questão sobre a sua linhagem. O Boxster era um verdadeiro Porsche. Ao mesmo tempo, o seu motor boxer de seis cilindros, colocado em posição central, inicialmente com uma capacidade de 2,5 litros e uma potência de 159 kW (204cv), foi desenvolvido para cumprir as exigentes normas de emissões, recorrendo para isso a arrefecimento a água, quatro válvulas por cilindro e admissão com tempo variável.


Pouco tempo depois, chegou um aumento de potência e outros aprimoramentos à gama. A primeira geração do Boxster (986) recebeu um motor de 2,7 litros em 1999, inicialmente com 162 kW (220cv) e, mais tarde, com 168 kW (228cv). O recém-lançado Boxster S era alimentado por um motor boxer de seis cilindros com 3,2 litros com 158 kW (252cv), que rapidamente chegou a 191 kW (260cv). A geração 987 seguiu-se em 2004 com um design refinado, jantes de 17” e um interior redesenhado, assim como, em opção, com amortecimento variável PASM, travões cerâmicos PCCB (Porsche Ceramic Composite Brake) e Pacote Sport Chrono. Sem alterações na cilindrada, os motores disponibilizavam 176 kW (240cv) e 206 kW (280cv), respectivamente. Perto do período final de produção, as potências alcançaram os 188 kW (255cv) a partir de uma cilindrada de 2,9 litros e 228 kW (310cv) de uma capacidade de 3,4 litros. A caixa de velocidades PDK substituiu também a anterior transmissão automática Tiptronic S.

Em 2012, a Porsche apresentou a extensivamente redesenhada e aperfeiçoada geração 981 do Boxster. Com uma carroçaria totalmente nova e mais leve e um chassis completamente renovado, ficou mais musculado, mais cativante e ainda mais rápido. A capota totalmente eléctrica ficou sem a tampa do compartimento de arrumação, os vãos dos eixos ficaram mais curtos e o pára-brisas avançou na sua posição. Os mais económicos motores Boxer receberam injeção direta e começaram com os boxer de seis cilindros com 2,7 litros de capacidade e 195 kW (265cv) e com o 3,4 litros de 232 kW (315cv). Em Abril de 2014, chegou o Boxster GTS com 243 kW (330cv). O Boxster Spyder foi, sem dúvida, o destaque com o seu motor de 3,8 litros que causou verdadeira sensação com 276 kW (375cv).

A actual geração 982 do Porsche 718 Boxster definiu um novo curso em Janeiro de 2016, apresentando-se com motores turbo de quatro cilindros e um design aprimorado. O motor dois litros disponibiliza 220 kW (300cv) e o motor boxer de 2,5 litros chega aos 257 kW (350cv) devido ao seu turbocompressor de geometria variável. O Boxster GTS chegou pouco depois com 269 kW (365cv). Em meados de 2019, a nova edição do Boxster Spyder subiu até ao topo da gama. Partilha o motor boxer de quatro litros e 309 kW (420cv) com o modelo fechado de topo, o 718 Cayman GT4. Desde 2020, este motor boxer de seis cilindros colocado em posição central com 294 kW (400cv) alimenta também o 718 Boxster GTS 4.0.


TAGS: Porsche Boxster


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment