Clássicos 11 Jan 2021

Autofficina Bonini, onde o sangue corre Rosso Corsa

Apesar de milhares de horas de trabalho serem depositadas em cada automóvel que entra as portas da Autofficina Bonini, se perguntarmos ao fundador, Carlo Bonini, como passa maior parte do seu tempo, ele responde de forma clara, “Eu não estou a trabalhar, eu estou a divertir-me.”

E como não poderia estar? O fundador da estimada oficina Ferrari, que carrega o seu nome, trabalha com o seu filho, Renato, em alguns dos mais fantásticos automóveis alguma vez construídos. Tanto pai como filho cresceram a adorar estes modelos, partilhando um interesse que nasceu tão cedo em cada uma das suas vidas, que se torna difícil determinar quando este teve início.

Carlo começou a trabalhar em marcas como a Lancia e a Alfa Romeo, mas não hesita em dizer que a sua história tem início quando pôs as suas mãos pela primeira vez num Ferrari. Provando que ditas mãos eram muito talentosas, o seu trabalho de alta qualidade ajudou a criar uma boa impressão com a marca desde cedo, uma relação que permitiu ao negócio de Carlo evoluir até se tornar oficialmente uma parte da oficina Ferrari.


Ao crescer neste ambiente, o seu filho Renato estava destinado a seguir os seus passos. “Eu passo tempo na oficina do meu pai desde criança”, disse Renato, “Nós tivemos a sorte de ter a oficina ao fundo das escadas, então maior parte dos meus hobbies e do meu tempo passavam por aquela garagem”. Obter a atenção ao detalhe e conhecimento da Autofficina Bonini não é algo fácil, mas para esta empresa isso é sinónimo para tempo bem passado.


TAGS: Autofficina Bonini Ferrari


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment