UMM, uma aventura industrial portuguesa

Arquivos 10 Jan 2021

UMM, uma aventura industrial portuguesa

Por Teófilo Tito Santos

A produção dos veículos Todo-o-Terreno começou depois da aquisição de uma licença de fabrico, adquirida a um herdeiro de Bernard Cournil.
 
O fabrico e montagem de veículos motorizados Todo-o-Terreno, assim como a construção de metalo-mecânica ligeira foram as primeiras actividades desempenhadas pela UMM em Portugal. A empresa começou a laborar em 4 de Julho de 1977.
 
Foi estabelecido um acordo entre a MOCAR e a União Metalo Mecânica para promover a fabricação e montagem de viaturas, que pelas suas características possibilitassem grande incorporação nacional e permitissem uma produção rentável em séries inferiores a 100 unidades por dia.
 
Depois de um estudo exaustivo a escolha recaiu sobre uma viatura ligeira 4X4, com grande facilidade de adaptação a múltiplos fns, como por exemplo transporte fora de estrada, ligação (militar), agrícolas, florestais, segurança pública (polícia e bombeiros), construção civil e tempos livres.
 
Todas as carroçarias eram feitas em Mem Martins, para depois seguirem para a montagem e pintura em Setúbal, numa linha de montagem própria da UMM. Embora o projecto não fosse completamente português, este foi sem dúvida o arranque da indústria portuguesa de automóveis de maior produção, logo a sua importância não pode ser de qualquer maneira negada. Foi através dele que foi confrmada a aptidão da indústria portuguesa para o fabrico automóvel.
 
Foi um projecto apoiado por governantes e empresários. Portugal marcava presença no mercado automóvel com a produção de jipes. Mas, confrontada com a concorrência, a empresa não resistiu.
 
UMM no Paris-Dakar
A presença do, então, “recém-nascido” construtor português no famoso Paris-Dakar de 1982, 1983 e 1984 constituiu não só um teste da resistência e aptidão destes veículos como também um autêntico desafo para os técnicos portugueses que conceberam a viatura.
 
Os bons resultados conseguidos por esta equipa durante as últimas edições da prova, motivaram o alargamento da representação, levando a UMM a apresentar-se com cinco viaturas em 1984, sendo o seu melhor resultado um 34º lugar da geral (com o 5ª numa etapa) alcançado em 1984.
 
Veja a versatilidade da UMM no vários momentos da sua vida na galeria em baixo.
 

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
previous arrownext arrow
Slider


TAGS: Paris-Dakar UMM


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment