UMM, uma aventura industrial portuguesa

Arquivos 04 Jan 2021

UMM, uma aventura industrial portuguesa

Por Teófilo Tito Santos

A produção dos veículos Todo-o-Terreno começou depois da aquisição de uma licença de fabrico, adquirida a um herdeiro de Bernard Cournil.
 
O fabrico e montagem de veículos motorizados Todo-o-Terreno, assim como a construção de metalo-mecânica ligeira foram as primeiras actividades desempenhadas pela UMM em Portugal. A empresa começou a laborar em 4 de Julho de 1977.
 
Foi estabelecido um acordo entre a MOCAR e a União Metalo Mecânica para promover a fabricação e montagem de viaturas, que pelas suas características possibilitassem grande incorporação nacional e permitissem uma produção rentável em séries inferiores a 100 unidades por dia.
 
Depois de um estudo exaustivo a escolha recaiu sobre uma viatura ligeira 4X4, com grande facilidade de adaptação a múltiplos fns, como por exemplo transporte fora de estrada, ligação (militar), agrícolas, florestais, segurança pública (polícia e bombeiros), construção civil e tempos livres.
 
Todas as carroçarias eram feitas em Mem Martins, para depois seguirem para a montagem e pintura em Setúbal, numa linha de montagem própria da UMM. Embora o projecto não fosse completamente português, este foi sem dúvida o arranque da indústria portuguesa de automóveis de maior produção, logo a sua importância não pode ser de qualquer maneira negada. Foi através dele que foi confrmada a aptidão da indústria portuguesa para o fabrico automóvel.
 
Foi um projecto apoiado por governantes e empresários. Portugal marcava presença no mercado automóvel com a produção de jipes. Mas, confrontada com a concorrência, a empresa não resistiu.
 
UMM no Paris-Dakar
A presença do, então, “recém-nascido” construtor português no famoso Paris-Dakar de 1982, 1983 e 1984 constituiu não só um teste da resistência e aptidão destes veículos como também um autêntico desafo para os técnicos portugueses que conceberam a viatura.
 
Os bons resultados conseguidos por esta equipa durante as últimas edições da prova, motivaram o alargamento da representação, levando a UMM a apresentar-se com cinco viaturas em 1984, sendo o seu melhor resultado um 34º lugar da geral (com o 5ª numa etapa) alcançado em 1984.
 
Veja a versatilidade da UMM no vários momentos da sua vida na galeria em baixo.
 

umm1
umm2
umm4
umm3
umm5
umm6
umm7
umm8
umm10
umm11
umm12
umm13
umm14
umm27
umm28
umm17
umm18
umm29
umm19
umm20
umm43
umm21
umm22
umm24
umm30
umm32
umm33
umm34
umm35
umm36
umm37
umm38
umm39
umm40
umm41
umm44
umm45
umm46
umm47
umm48
umm42
umm20
umm19
umm29
umm23
umm26
umm31
umm49
umm50
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
umm1
umm2
umm4
umm3
umm5
umm6
umm7
umm8
umm10
umm11
umm12
umm13
umm14
umm27
umm28
umm17
umm18
umm29
umm19
umm20
umm43
umm21
umm22
umm24
umm30
umm32
umm33
umm34
umm35
umm36
umm37
umm38
umm39
umm40
umm41
umm44
umm45
umm46
umm47
umm48
umm42
umm20
umm19
umm29
umm23
umm26
umm31
umm49
umm50
previous arrow
next arrow


TAGS: Paris-Dakar UMM


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment