Dodge Shelby Omni GLHS que pertenceu a Carroll Shelby vai a leilão

Mercado 04 Jan 2021

Dodge Shelby Omni GLHS que pertenceu a Carroll Shelby vai a leilão

Quando se pensa na Shelby, vem logo à cabeça os fantásticos Mustang preparados por Carroll Shelby, mas a marca americana é mais do que isso. Fundada em 1962, a Shelby American ficou conhecida por afinar ao máximo os Ford Mustang, conhecidos, posteriormente, por GT350 e GT500, além de produzir o icónico Shelby Cobra, com base no AC Cobra britânico.

Em 1968, a Ford adquiriu os direitos de nome e produção dos Shelby Mustang e passou a produzi-los internamente, altura em que Carroll Shelby se retira da produção automóvel e a empresa é fechada. Em 1982, por intermédio do seu amigo de longa data Lee Iacocca, na altura o presidente da Chrysler Corporation, foi-lhe proposta a criação da Chrysler Shelby Performance Center, para a produção de versões de alta performance para o grupo, como forma de rivalizar o Volkswagen Golf GTI. Daqui nasceu o Dodge Shelby Charger e o Dodge Shelby Omni GLH, nome dado por Carroll, sendo as iniciais de “Goes Like Hell”.

Com o novo entusiasmo, Carroll funda uma nova empresa, a Shelby Automobiles, em 1983, e o seu primeiro produto foi o Omni GLHS, também conhecido apenas por Shelby GLHS, uma versão melhorada do anterior Omni GLH, equipado com um motor de quatro cilindros, de 2,2 litros de cilindrada, sendo adicionado um turbo Garrett T03 e intercooler, um colector de admissão diferente e injectores Bosch maiores, para assim desenvolver 175cv. O motor está acoplado a uma caixa manual de cinco velocidades. Em 1990, e apesar de Carrol Shelby ser consultor no desenvolvimento do Dodge Viper, as relações com a Chrysler são cortadas e a Shelby Automobiles fecha as portas novamente.


Na época, as performances do Omni GLHS eram surpreendentes, sendo até mais rápido que o Shelby GT350, atingindo os 100 km/h em 6,5 segundos. Com o aumento das prestações, Shelby deu-lhe o nome GLHS, pois eram as iniciais de “Goes Like Hell S’more”. As alterações não se ficavam só na mecânica, pois Carroll alterou também a electrónica e o sistema de suspensão ajustável da Koni, para ter um melhor comportamento. Exteriormente, vinha equipado com jantes Shelby Centurian e vários autocolantes a indicar a proveniência desta versão. Ao todo, somente 500 exemplares do Shelby Omni GLHS foram construídos, sendo que todos eles eram montados à mão.

O exemplar presente neste artigo é o número 086 e pertenceu ao próprio Carroll Shelby, percorrendo pouco mais de 13.000 km durante a sua vida, estando por isso num estado igual a novo e completamente original. Irá ser levado a leilão pela Mecum, no evento Kissimmee, que decorre entre os dias 7 e 16 de Janeiro. O valor estimado situa-se entre os 50 mil e os 70 mil dólares, cerca de 40 mil e os 57 mil euros.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: Carroll Shelby Dodge Omni Mecum Shelby


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment