A falta de espírito desportivo no Rali de Monte Carlo de 1981

Arquivos 30 Dez 2020

A falta de espírito desportivo no Rali de Monte Carlo de 1981

Por Ricardo Grilo

A derrota mais difícil de engolir para os aficionados da Porsche ocorreu no Rali de Monte Carlo de 1981 quando Jean-Luc Thérier, imperial com o Porsche 911 SC da equipa Almeras, assumiu o comando da prova na 11a PEC e o manteve até ser colocado fora de estrada na 25a PEC por espectadores aficionados da Renault que, depois do Porsche bater, limparam a neve que tinham atirado para a estrada antes de chegar o segundo classificado, Jean Ragnotti, que passou incólume e pode vencer a prova.

Manobra anti-desportiva que ultrapassou a normalidade da época. Atirar neve para a estrada era normal nesse rali, mas de modo selectivo já não o era tanto assim. Muito menos contra uma pequena equipa privada que ousava ir a jogo contra as formações oficiais.


TAGS: Porsche 911 Rali de Monte Carlo


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment