InterClássico apadrinha Fiat 600 Multipla do Museu do Caramulo

Clássicos 03 Dez 2020

InterClássico apadrinha Fiat 600 Multipla do Museu do Caramulo

A InterClássico apadrinhou a Fiat 600 Multipla (1958) do Museu do Caramulo.

Lançado em 2012, o Programa de Apadrinhamento do Museu do Caramulo visa criar uma associação mais directa entre as empresas ou particulares com os veículos da colecção permanente do museu, resultando em apoios orientados para a sua conservação e manutenção durante o período de um ano.

Sobre a Fiat 600 Multipla


Nos anos que se seguiram à Segunda Guerra Mundial, tornou-se evidente para a Fiat que o futuro daquela época estaria nos automóveis pequenos, com baixos custos de fabrico e vendidos a preços acessíveis. Dante Giacosa, designer chefe da fábrica, foi incumbido de projectar o substituto para o Topolino 500.

Sob o nome de projecto 100 e depois de muitos desenvolvimentos e testes, tendo sempre em linha de conta os custos, surgiu um veículo com quatro lugares de formas mínimas, alimentado por um simples e confiável motor de quatro cilindros montado na traseira. O resultado foi o Fiat 600, um dos maiores sucessos automobilísticos do século XX, com cerca de 2,7 milhões de unidades produzidas.

Realizado com base no Fiat 600 que tinha o motor atrás e a bagageira à frente, montando a suspensão anterior do modelo 1100 (mais larga), a Fiat logrou avançar o habitáculo no sentido da dianteira, criando um amplo espaço para a bagagem entre os bancos e o compartimento do motor. Surgiu assim o Fiat 600 Multipla, apresentado em 1956 no Salão de Bruxelas. A ideia era ampliar a linha 600, tanto para uso familiar quanto para uso comercial.

Este multi-lugar era muito versátil através de uma combinação de bancos rebatíveis, tendo sido produzidas três versões, com quatro/cinco lugares, seis lugares e uma versão táxi.

Tratava-se do primeiro monovolume comercializado com mais de cinco lugares e de dimensões exteriores reduzidas. Sobre um chassis do Fiat 600 alongado em 30 cm e sem variar a distância entre eixos, criaram um veículo de quatro portas utilitário, com espaço para os assentos traseiros e também para transporte de carga. Esta última opção obtinha-se com o rebatimento dos bancos, permitindo um espaço suficiente para se dormir dentro do automóvel. O modelo 600 Multipla da Fiat é por isso o primeiro exemplo do conceito de monovolume em todo o mundo.

Em termos de motorização, esta era igual ao Fiat 600 e tal como na versão automóvel, existiu a versão Fiat 600 Multipla entre 1956 e 1960 e a evolução Fiat 600 Multipla D entre 1960 e 1967. A Multipla teve um total de 76.871 unidades produzidas, enquanto a versão Multipla D originou 83.389 unidades.

Este automóvel foi doado ao Museu do Caramulo por António Adelino Rodrigues.

Sobre a InterClássico

InterClássico é uma empresa vocacionada para a comercialização de veículos “diferentes”, que procura incentivar o espírito de coleccionador através dos automóveis.


TAGS: Fiat 600 Multipla InterClássico Museu do Caramulo


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment