Clássicos 19 Nov 2020

Lancia Aurelia B20 Coupé: a evolução do Grand Touring

Para além de apresentar o aspecto dos fantásticos automóveis Grand Touring do pós-guerra, ou como diz o apresentador Sam Hancock “automóveis que conseguiam ganhar uma prova durante o dia e levar-nos orgulhosamente a uma ópera à noite”, o Lancia Aurelia B20 Coupé também fez sucesso em vários circuitos na Europa com apenas algumas modificações.

Com especificações semelhantes ao seu modelo de estrada, o Aurelia acabou em segundo na Mille Miglia e ganhou na sua classe nas 24 Horas de Le Mans em 1951, antes de conquistar a vitória na Targa Florio em 1952, e no Rali de Monte Carlo em 1954.

As suas proezas nestas provas devem-se, em grande parte, à tecnologia avançada que Vittorio Jano, Francesco de Virgilio e os restantes engenheiros da Lancia colocaram na belíssima e carroçaria com design Ghia.


Para além de ser a primeira linha de automóveis de produção alimentados por motores V6, Aurelias como o B20 Coupé série quatro que podemos ver no vídeo também tinham suspensão independente e transmissão transaxle traseira. Nenhuma destas características saía, no entanto, a custo baixo e enquanto os clientes recebiam os bancos em tecido, o Aurelia era mais caro que os Bentleys da sua época.


TAGS: Lancia Aurelia B20 Coupé


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment