Silver City Airways, a transportadora aérea britânica de automóveis

LifeStyle 16 Nov 2020

Silver City Airways, a transportadora aérea britânica de automóveis

Não há muito tempo atrás o Eurotúnel era só uma simples ideia de ligação entre o Reino Unido e a França. Somente em 1987 é que os trabalhos de construção se iniciaram no lado britânico, seguindo-se, em 1990, o lado francês. Anteriormente, em 1953 iniciou-se o transporte de automóveis do Reino Unido para a França em ferrys, no sistema conhecido por Drive-on/Drive-off, mas só em 1957 é que começou a ser utilizado em maior número.

Antes de existir o túnel, a passagem do Reino Unido para a França era muito complicada, e o transporte de automóveis entre os dois países pelo ferry não era do agrado de muitos. No entanto, houve na história um visionário, de nome Griffith Powell. Ele trabalhou no Departamento de Serviços Aéreos do Canadian Pacific Railway, passando a Controlador de Operações do ATFERO, Atlantic Ferry Organization, quando o consórcio dos ferrys passou para o controlo do Ministro Britânico de Produção Aérea. A ATFERO passou para o controlo da RAF, e Powell passou a ser Oficial da Força Aérea, cargo que ocupou até ao final da Segunda Guerra Mundial. 

Em 1945, com o final da Guerra, a British Aviation Insurance Company criou a British Aviation Services para cobrir todas as necessidades dos serviços aéreos britânicos. Powell foi nomeado director da empresa e, logo de seguida, começou a desenvolver projectos para clientes privados, principalmente para empresas de minas.


Uma dessas empresas pediu à BAS para estabelecer uma frota aérea própria e, em 1946, foi criada a Silver City Airways, levando pessoas entre o Reino Unido e as minas na Austrália. Um certo dia, Powell quis ir passar férias a França e levar consigo o seu Armstrong Siddeley Lancaster, levando-o no ferry, no entanto, ele achou o processo demasiado perigoso para o automóvel e bastante demorado. Foi então que pensou “porque não transportar automóveis a bordo de um Bristol 170 Freighter?”. O avião de carga abria o nariz em duas partes, para ser mais fácil o seu carregamento e poderia levar dois grandes automóveis sem problema, além de carga e os passageiros sentados com conforto.

A 15 de Junho de 1948, um Bristol 170 Freighter com dois automóveis fez a viagem de teste entre Lympne, em Kent, até Le Touquet, no norte de França, em 20 minutos. Provando o sucesso, no seguinte mês de Julho começaram a fazer transporte de automóveis, com cerca de 200 automóveis transportados naquela temporada. O serviço voltou na Primavera seguinte, com os dois Bristol 170 a fazerem oito viagens por dia, transportando 2700 automóveis e os seus passageiros naquele ano.

O preço era feito consoante o tamanho do automóvel, um pequeno pagava 18 libras, enquanto um médio pagava 22 e um grande 27 libras, valores entre os 700 e os 1000 euros nos dias de hoje. Em 1950, o serviço estava de “vento em popa”, transportando 4000 automóveis, 1000 motociclos e 15.000 passageiros, sem um único acidente. Pouco depois chegavam os maiores Bristol Superfreighter, podendo transportar três automóveis em maior conforto. No seu pico, o ano de 1960, foram transportados 90.000 automóveis e 220.000 passageiros, incluindo celebridades, pilotos e até a Raínha. Na altura, o relações públicas da empresa era John Webb, entusiasta da aviação e de desportos motorizados, que criou a Silver City Airways Trophy, em Brands Hatch.

No entanto, em 1962 a coisas correram mal e foi o último ano de actividade da empresa. A BAS vendeu a empresa à P&O, mudando as suas operações e o nome. Mas, fica a pergunta, o que poderá ter corrido mal numa empresa de enorme sucesso? Um dos grandes problemas eram os custos avultados de manutenção das aeronaves, muito devido ao seu curto período de trabalho. Depois, também houve outras empresas a entrar no mesmo ramo, assim como os ferrys foram modernizados, com melhores condições e muito mais baratos. Fica o registo de uma das empresas mais importantes do Reino Unido, no que a transportes diz respeito.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: Bristol 170 Bristol Superfreighter Silver City Airways


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment