Os cinco buggys alternativos ao icónico Meyers Manx

Clássicos 15 Nov 2020

Os cinco buggys alternativos ao icónico Meyers Manx

O Meyers Manx foi o buggy de maior sucesso durante os anos 60 e 70, construído nos E.U.A por Bruce Meyers. Este foi o modelo que os restantes produtores de buggys seguiram, tendo mesmo Bruce perdido a patente de produção do seu design para outra empresa. Ainda assim, a Meyers produziu um outro modelo, mais desportivo e com um design mais agressivo, o Manx SR-2, mas nunca atraiu tantas atenções como o original.


No entanto, este não é o único buggy produzido nessa época e, por isso, damos cinco exemplos de outros buggys interessantes para colecionar. Obviamente que existirão muitos mais, incluindo produzidos na Europa e até mesmo em Portugal, mas aqui iremos somente referir os concorrentes diretos do Meyers Manx.


-Dearborn Deserter


O Dearborn Deserter era o maior rival do Meyers Manx na época e não eram produzidos muito longe uns dos outros. A Dearborn Automobile Company, posteriormente Autodynamics Corporation, foi das pioneiras na construção deste tipo de automóveis, iniciando-se em 1968. A Dearborn concebeu uma carroçaria em fibra de vidro, para ser montada num chassis do Volkswagen Carocha, encurtado, e na mesma mecânica. Designada Deserter, estava disponível em duas versões, o S1 e o GT, sendo o primeiro a versão mais aproximada de um Buggy tradicional, enquanto o último é a versão mais desportiva e fechada, com portas “asa de gaivota” e motor coberto. Posteriormente, já sob a Autodynamics, esta concebeu o Deserter GS, construído numa estrutura tubular, com carroçaria em fibra de vidro e motor central, podendo ser montado os motores de seis cilindros do Chevrolet Corvair ou do Porsche 911.

-EMPI Imp


O EMPI Imp era também um grande concorrente ao Meyers Manx. EMPI significa European Motor Products Inc, uma empresa que produzia diverso material para os Volkswagen desde os anos 50. O seu design é muito semelhante ao Manx, mas tem um comprimento maior e um desenho único dos guarda lamas da frente e capô. A EMPI desenvolveu cinco modelos diferentes do seu buggy, na sua fábrica, na Califórnia, incluindo o Imp de quatro lugares. Os automóveis Imp poderiam ser vendidos em kit ou como um automóvel completo.

-Hunter Sand Tiger


O Sand Tiger era o sonho de criança de Carleton “Carl” Carpenter, um representante oficial da Volkswagen, em Brookline, Massachusetts. Posteriormente, fundou a Auto Racing Equipment Company, na quinta dos seus pais, em Wayland, para vender equipamento de competição automóvel, tornando-se numa das cinco maiores do país. Devido ao seu sucesso, fundou a Fiberglass Engineering Company, para produzir o Hunter Sand Tiger.

-Kellison Sandpiper



A Kellison era uma empresa especializada na produção de automóveis desportivos construídos à mão e em pequeno número. Com o aumento da procura pelos buggys com base nos Volkswagen, a Kellison não poderia deixar escapar a oportunidade e criou o seu buggy Sandpiper. O Sandpiper estava disponível em quatro versões distintas, o Sandpiper Roadster, que era basicamente uma cópia do Manx, o Sandpiper XP-1, o Sandpiper Pickup e o GT-40K, com um design semelhante ao Ford GT40, como o nome indica.

-Sears Rascal


Em 1970 a Sears, Roebuck & Company iniciou a sua produção de buggys, conhecido posteriormente por Sears Rascal. Por 329 dólares, vinha uma carroçaria em fibra de vidro, um para-brisas, faróis e instruções para a montagem, estando disponível em cinco cores diferentes. Poderia ser encomendado mais equipamento, como uma rollbar, “mata-vacas”, proteção inferior, uma capota em lona, escapes mais desportivos e uma panóplia de bancos e volantes. A própria Meyers chegou a vender carroçarias à Sears para serem vendidos como modelos Rascal.


TAGS: Dearborn Deserter EMPI Imp Hunter Sand Tiger Kellison Sandpiper Meyers Manx Meyers Manx SR-2 Sears Rascal Volkswagen Beetle


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment