Clássicos 11 Out 2020

Renault-Alpine A110 1600S: Elegante, Feroz, Francês

No final da primeira temporada oficial do Campeonato Mundial de Rali em 1973, o Renault-Alpine saiu vitorioso, com o extremamente leve e ágil A110 a devolver a honra a Dieppe, onde se pode seguir a história do Alpine até aos anos 50.

A capacidade de Rédélé de melhorar a performance do Renault 4CV capturou a atenção da marca, que não hesitou em ajudar o jovem francês com a sua ambição de construir o seu próprio automóvel. Com o motor fornecido pela Renault, Rédélé começou a linhagem que iria eventualmente incluir o vencedor do Campeonato Mundial de Rali, o A110. Os modelos A106 e A108 já eram máquinas bastante capazes, mas o A110 foi um passo revolucionário para o Alpine.

Quando o A110 evoluiu para a versão 1600S, o seu chassi revestido em fibra de vidro era alimentado por um motor de quatro cilindros que debitava perto dos 140cv de potência, que eram mais que suficientes para levar este exemplar com menos de 700kg à vitória do campeonato.


TAGS: Renault Alpine A110 1600S


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment