O Lotus Europa que sofreu um restomod da RE-Amemiya

Clássicos 24 Ago 2020

O Lotus Europa que sofreu um restomod da RE-Amemiya

Por Tiago Nova

A RE-Amemiya é uma empresa nipónica especialista na preparação de motores Wankel da Mazda, fundada em 1974 por Isami Amemiya. O RE no nome provém da designação da Mazda nos modelos que estavam disponíveis os motores convencionais e os Wankel, para assim serem diferenciados, significando Rotary Engine. É conhecida pela construção de Mazda RX-7 diabólicos e, inclusivamente, no seu desenvolvimento para o Super GT.

No entanto, para o Tokyo Auto Salon de 2013, Isami Amemiya apresentou uma criação única e diferente do que até então tinha mostrado, um Lotus Europa. Apesar de não ser um Mazda, este Europa tem coração da marca de Hiroshima e como não poderia deixar de ser é um motor Wankel. Mas este Europa não foi o primeiro criado por Amemiya, visto que nos anos 80 construiu um com motor 13B e que conseguiu atingir os 282 km/h na Yatabe Test Course. Este “novo” Europa serviu também para celebrar os 35 anos de criações únicas de Amemiya-san e foi construído em cerca de um mês.

Este Lotus Europa recebeu um motor 20B, ou seja, com três rotores e aspiração natural, desenvolvendo cerca de 300 cv. A electrónica é gerida por uma centralina Motec M800. O peso total desta “máquina” é de pouco mais de 700 kg. Um dos grandes problemas na construção desta criação, foi conseguir encontrar uma caixa de velocidades. Após várias horas de pesquisa, foi decidido aplicar uma caixa de cinco velocidades manuais de um Subaru Legacy BG. Outro problema era o calor gerado pelo motor Wankel e, dessa forma, o escape foi todo forrado a manta térmica e o compartimento do motor em folha de ouro, para dissipar melhor o calor. O arrefecimento do motor é feito através de um radiador em alumínio com duas ventoinhas montado na frente.



A suspensão foi toda refeita e foram adicionados coilovers Quantum, assim como novas barras estabilizadoras. Os travões estão a cargo de pinças de quatro êmbolos AP Racing, com discos e calços Endless na frente. Já na traseira, tem pinças extraídas de um Mazda RX-7.  

Exteriormente, o que salta logo à vista, é a conversão da frente FD Super GReddy, com faróis extraídos do Porsche 911 da geração 993. A traseira mantém os traços originais, mas com guarda lamas mais definidos. As jantes favoritas de Isami são as Enkei RPF1 em 17”, aqui pintadas em dourado, envoltas com pneus Advan Neova AD08.

O interior foi todo reconstruído, não tendo nada em comum com o original, com excepção das forras das portas, em que foram mantidas as originais. De resto, foi montado um tablier em fibra de carbono, volante Sparco e backets Bride Low-Max.

No Tokyo Auto Salon de 2020, realizado em Janeiro, a RE-Amemiya levou novamente este Lotus Europa, agora pintado de cinza e foram adicionadas peças aerodinâmicas, significando que o projecto não está parado.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider


Fotografias: Dino Dalle Carbonare/Speedhunters   


TAGS: Lotus Europa RE-Amemiya


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment