Fã de ficção científica constrói réplica do Pointer 1 da série japonesa Ultraseven de 1967

Clássicos 13 Mai 2020

Fã de ficção científica constrói réplica do Pointer 1 da série japonesa Ultraseven de 1967

Várias são as séries que tornam certos automóveis icónicos, uns com modelos de produção, como é o caso da saga James Bond, outros com automóveis construídos especificamente para o super-herói, como é o caso de Batman. O mesmo acontece com a série japonesa Ultraseven, com o Pointer 1.

Esta série é pouco conhecida do lado de cá do Continente Europeu, mas teve sucesso no Japão. Em 1967, a Tokyo Broadcasting System, pede a Eiji Tsuburaya para dar seguimento à serie Ultraman. Esta nova sequência passou a designar-se Ultraseven, composta por uma equipa de sete astronautas, a Força Terrestre de Defesa, que protegia a Terra de invasões extraterrestres. Ao todo, de 1 de Outubro de 1967 a 8 de Setembro de 1968, foram exibidos 49 episódios da série, produzidos pela Tsuburaya Productions.

O automóvel utilizado por esta Força de protecção era designado de TDF PO-1, mas os fãs chamavam-no Pointer 1 ou até o “Batmobile Japonês”. Tal como qualquer automóvel de heróis, este também está equipado com “superpoderes” como dois lança Ultra Mísseis retráctil na traseira, luzes avançadas designadas por Perspective Ray Light, uma Ray Gun na frente e um motor a jacto, que fazia com que o Pointer 1 pudesse fazer pequenos voos, assim como andar sobre a água. Como defesas, tinha um sistema de barreira de ondas de luz, um gerador para fumo e pneus anti bala. A velocidade máxima, segundo a série, é de pouco mais de 360 km/h.

Para a execução da série, os produtores construíram o TDF PO-1 com base num Imperial de 1957, ou seja, já tinha dez anos quando foi convertido e não andava muito, sendo utilizado, praticamente sempre, em cenas paradas. O design esteve a cargo de Toru Narita e foi construído num chapeiro em Yokohama. Na lateral, pode-se ver alguns traços do automóvel soviético Tatra. Após o cancelamento da série, em 1968, o TDF PO-1 desapareceu uns tempos e foi, posteriormente, doado a um jardim de infância. Hoje, não se sabe o paradeiro do Pointer 1 original, possivelmente foi desmantelado.

Yasushi Shiroi é um fã da série, tendo várias miniaturas do Pointer 1, quando era criança. A meio dos anos 80 surgiu a ideia de recriar o Pointer 1 à escala real. Mas, ao contrário do original que tinha por base um automóvel americano, Shiroi decidiu utilizar a base de um automóvel nipónico, mais recente, mas não gostou do resultado final.

Assim, seis anos após iniciou a construção de uma nova réplica, foi ao encontro do homem que o construiu, para lhe dar as medidas e, ao fim de alguns meses, já tinha consigo um Imperial de 1958. Passou um ano e a nova réplica estava concluída, agora com a base e medidas correctas. Recebeu até uma carta de um dos responsáveis da série, que lhe dava os parabéns pela construção da réplica, dizendo que estava melhor que o original.

Este não é a única réplica de um automóvel utilizado em séries que Shiroi tem, pois é também proprietário de um Mazda Cosmo réplica do utilizado no The Return of Ultraman, de 1971, produzido pelo filho de Eiji Tsuburaya.

Quando Shiroi vai a encontros de automóveis com os seus automóveis, veste-se a rigor, tal como as personagens nas séries, assim como a sua mulher.


TAGS: Chrysler Imperial Pointer 1 TDF PO-1 Ultraman Ultraseven


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment