13 de Maio de 1950, Silverstone: O primeiro GP de Fórmula 1

Competição 13 Mai 2020

13 de Maio de 1950, Silverstone: O primeiro GP de Fórmula 1

Por Bruno Machado

Foi nesse dia que começou uma das mais belas, trágicas e fascinantes histórias do desporto automóvel, e até, do desporto em geral. Depois de corridas sem grande conexão entre elas, a “Commission Sportive Internationale” (CSI) lançava um campeonato de pilotos, destinado a ocupar o lugar cimeiro do desporto automóvel.

Passados cinco anos desde o fim da Segunda Guerra Mundial, a antiga base aérea da Royal Air Force acolhia o primeiro Grande Prémio do Campeonato do Mundo de Fórmula 1. Cerca de 200.000 pessoas tinham vindo assistir à prova apadrinhada pelo Rei George VI.

A corrida, também designada por Grande Prémio da Europa, era o primeiro dos sete grandes prémios da época de 1950 (seguiram-se Mónaco, Indianapolis, Suíça, Spa-Francorchamps, Reims e Monza). Embora fosse a primeira prova do campeonato, o favoritismo já estava do lado da Alfa Romeo, quer pelo potencial do Alfetta 158, quer pela equipa de pilotos (Farina, Fangio, Fagioli, sem esquecer Parnell, a correr “em casa”). Os rivais mais próximos eram as equipas da Talbot-Lago e da Maserati. A Scuderia Ferrari? Não estava presente, pois Enzo Ferrari optara por participar no Grande Prémio de Mons, na Bélgica, numa prova de Fórmula 2, com prémios mais generosos do que na prova de Fórmula 1 (quem diria!).


Se, de facto, o primeiro grande prémio de Fórmula 1 foi no 13 de Maio, não nos podemos esquecer que o mesmo também incluía os teste e as qualificações nos dias anteriores! Qualificações essas dominadas pelos quatro pilotos da Alfa Romeo, tendo Giuseppe Farina conquistado a pole position com um tempo de 1 minuto e 50,8 segundos. 

O piloto italiano conseguiu arrancar da melhor maneira, preservando o primeiro lugar ao longo de (quase) toda a prova (Fagioli liderou durante umas voltas). Fangio também ameaçou a vitória de Farina, mas acabou por desistir a 8 voltas do fim. Depois da primeira pole position, “Nino” Farina conquistava o primeiro grande prémio de Fórmula 1, com a volta mais rápida e, por conseguinte, o primeiro hat-trick da história, logo na primeira corrida. O pódio acabou por ser monopolizado pela Alfa Romeo, com a presença de Farina, Fagioli e Reg Parnell, na terceira marcha do pódio, para grande satisfação do público britânico.

No dia da sua estreia, a Fórmula 1 não tinha obviamente a notoriedade de que hoje goza. Talvez por isso, tenha sido algo desprezada por alguns. Um deles (por ventura o mais importante), Enzo Ferrari, depois do sucesso deste primeiro Grande Prémio, anunciava, logo no dia seguinte, que a sua equipa participaria na próxima prova, no Mónaco. O Commendatore percebera o potencial deste novo campeonato, não imaginando, sequer, as emoções que o GP de Silverstone do ano seguinte lhe reservava…



PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment