Ferrari 250 GTE utilizado pela polícia italiana está à venda

Mercado 27 Abr 2020

Ferrari 250 GTE utilizado pela polícia italiana está à venda

Actualmente a polícia italiana pode utilizar um Alfa Romeo Giulia, mas nos anos 60 utilizava um Ferrari 250 GTE, que será lembrado como um dos melhores carros de polícia de sempre.

Na década de 60 os criminosos italianos estavam a ficar cada vez mais rápidos e, portanto, a polícia tinha de conseguir acompanhá-los. Quando perguntaram ao polícia Armando Spatafora “O que precisa para estar completo?”, prontamente respondeu “O que poderia ser melhor do que um Ferrari?”. E desde esse dia Armando nunca saiu a perder numa perseguição policial.

Equipado com o famoso V12 de Colombo de três litros, capaz de desenvolver 240 cv e impulsionar o automóvel a uma velocidade máxima de 250 km/h, o 250 GTE foi o primeiro Ferrari 2+2. A sua carroçaria ficou mais uma vez a cargo da Pininfarina.

Com o número de chassis 3999, este 250 GTE deixou de estar ao serviço da polícia de Roma no final de 1968, quatro anos volvidos fazia parte de um leilão de excedentes do exército. Depois de ter passado pelas mãos de vários proprietários, em 2015, foi adquirido por um italiano, que o levou a participar no Pebble Beach Concours d’Elegance do ano seguinte, e agora procura um novo lar.

Apresenta-se num elevado estado de originalidade, mantendo o chassis, motor e caixa de velocidades originais, e está certificado pela Ferrari Classiche. Este magnífico automóvel utilizado pela polícia de Roma encontra-se à venda na Girardo & Co.

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: Ferrari 250 GTE


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment