Os tesouros escondidos por baixo do Museo Storico Alfa Romeo

Clássicos 07 Mar 2020

Os tesouros escondidos por baixo do Museo Storico Alfa Romeo

Por Salvador Patrício Gouveia

O Jornal dos Clássicos esteve nas reservas do Museo Storico Alfa Romeo, uma área até então fechada ao público, como acontece com a maioria dos museus. Depois de alguns contactos realizados com o museu, conseguimos acesso a esta área restrita que começa agora a abrir-se ao público especializado, em doses curtas, número limitado de visitantes, sempre acompanhados por um guia oficial e apenas por marcação.
 
Tivemos a honra de ser o segundo grupo a poder visitar este espaço e descobrir as dezenas de peças que não estão à vista na exposição permanente do museu, desde peças consideradas duplicadas ou redundantes até verdadeiras preciosidades de matriz italiana. Sejam os visitantes Alfistas ou não, ninguém sai daqui indiferente.
 
Dois andares repletos de tesouros como modelos desportivos e de competição (incluindo um pilotado por Fangio), protótipos, concept cars ou outros projectos da marca como barcos de corrida ou tractores, fazem destas reservas uma autêntica gruta do Ali Babá para qualquer petrolhead.
 
Existem ainda inúmeros modelos que aguardam restauro e vários veteranos das corridas que agora reformados vieram juntar-se ao espólio histórico da marca. E muitas histórias curiosas, que ganham vida pelas explicações do nosso guia, como a de um Alfa Romeo Giulia Berlina protótipo, que foi mascarado de Rover, com direito a letras no capot e tudo, para poder andar camuflado nas estradas italianas durante os testes.
 
E tudo isto sem cordas nem baias, o que cria uma maior proximidade e intimidade entre o visitante e os automóveis e peças históricas em exposição, como ilustram bem as nossas imagens. Uma forma diferente de visitar colecções e seguramente uma experiência inesquecível.
 

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: Alfa Romeo


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment