Competição 08 Jan 2020

Os cinco melhores Porsche de Rally de todos os tempos

Um dos últimos episódios do Top 5 da Porsche, foi reservado aos melhores automóveis de Rally produzidos pela marca. E para decidir quais os melhores modelos seleccionados, nada melhor que pedir a opinião ao antigo piloto alemão de 72 anos e campeão do mundo de ralis por duas vezes, Walter Röhrl. Apesar das marcas por onde passou, como a Fiat, Opel, Audi e Lancia, na Porsche foi a que teve menor sucesso. Só conduziu pela marca germânica em 1981, no Rally de Sanremo, com o 911 SC patrocinado pela Eminence, mas desistiu com um eixo partido. No mesmo ano fez o Campeonato Alemão de Ralis, num Porsche 924 e venceu na sua categoria nas 24h de Le Mans num Porsche 944 LM.
 
As escolhas de Röhrl começaram no Porsche 911 4×4, conhecido internamente como Porsche 953, construído para o Paris-Dakar Rally em 1984, conduzido por René Metge, o qual venceu a prova. Este modelo estava equipado com o motor de seis cilindros opostos de 3,2 litros, com menor taxa de compressão, desenvolvendo 225 cv. A suspensão foi subida e reforçada, para dar um curso de roda de 27 cm, além da adição de um depósito de combustível de 120 litros na frente, em conjunto com outro de 150 litros situado atrás dos bancos. Este foi o primeiro 911 com tracção integral, com o sistema retirado do superdesportivo Porsche 959.
 
A escolha seguinte recaiu no Porsche Cayenne S Transsyberia de 2008, desenvolvido para a prova de 7000 quilómetros, de Moscovo à Mongólia, onde os Cayenne ficaram nos primeiros seis lugares. Este modelo utiliza o motor V8 de 4,8 litros do Cayenne GTS, desenvolvendo 400 cv.

 
Para o último lugar do pódio, Walter escolheu o Porsche 924 Carrera GTS, sendo o mesmo automóvel com que competiu no campeonato germânico de ralis de 1981. Na primeira prova onde entrou, foi a estreia de um automóvel turbo nos ralis. O motor de 2,0 litros e de quatro cilindros que debita 270 cv.
 
No segundo lugar está o Porsche 911 SC Safari, que tal como o nome indica, foi desenvolvido para o Safari Rally de 1978. O motor de seis cilindros opostos tem uma cilindrada de 3,0 litros e 250 cv. A suspensão também foi elevada, para enfrentar a dureza da prova, assim como a carroçaria foi reforçada. Apesar de não vencer a prova, ao final dos 4700km os dois Porsche chegaram ao fim no segundo e terceiro lugar.
 
Por fim, para Röhrl o melhor é o 911 996 GT3, um modelo com bastante sucesso na família Zeltner. O peso do automóvel cifra-se nos 1350 kg, como manda os regulamentos. Está equipado com uma caixa de seis velocidades e diferencial autoblocante e que leva às rodas traseiras os cerca de 380 cv debitados do motor de 3,6 litros boxer.
 

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: Porsche Walter Röhrl


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment