Snapshot: A estreia do Aurora Porsche 2000

Arquivos 28 Nov 2019

Snapshot: A estreia do Aurora Porsche 2000

Por Ricardo Grilo

Robert Giannone estreia o Aurora Porsche 2000 “Spyder” em Vila Real, corria o ano de 1971.
 
Na aparência tratava-se de um sport-protótipo de 2 litros moderno, mas na realidade traduzia a enorme capacidade criativa do Mestre Eduardo da Garagem Aurora.
 
A base deste carro era o antigo Porsche Carrera 6 (chassis #126) que Andrade Villar (o avô de Luísa e Salvador Sobral) destruiu no acidente que o vitimaria no Circuito da Palanca Negra, em Luanda, no mês de Dezembro de 1969.

 
A partir dos restos do carro, o Mestre Eduardo da Garagem Aurora modificou as suspensões, construiu novos cubos de roda com porca central, reviu o motor e adaptou uma carroçaria artesanal, inspirada nas formas do então moderno Chevron B-19.
 
Se nesta prova de estreia o Aurora Porsche iria desistir, o seu desenvolvimento posterior seria contínuo, melhorando o desempenho ao ponto de conseguir rodar no mesmo segundo dos GRD S-73, como iria suceder no campeonato de 1975.
 
Depois de abandonar a competição, este “Spyder” foi reconvertido de novo no modelo Carrera 6 original, sendo vendido para fora de Portugal. O que se compreende em termos do valor que na época tinham os carros de competição obsoletos, apesar do grande interesse técnico e histórico que possuía esta versão “portuense” do Carrera 6.
 
Imagem colorida por Ricardo Grilo



PARTILHAR:

Mais Populares

Deixe um comentário

avatar