A lendária pista de testes da Fiat construída por cima da fábrica

Clássicos 10 Nov 2019

A lendária pista de testes da Fiat construída por cima da fábrica

Por Abílio Santos

Após a primeira Guerra Mundial a Fiat retomou a produção automóvel e detinha 80% da quota de mercado interno.
 
Em 1915, o patrão da Fiat, Giovanni Agnelli, solicitou ao jovem engenheiro, Giacomo Matte Trucco, um projecto para uma nova fábrica em Turim, na localidade de Lingotto. Este tratou-se de um projecto vanguardista e de enorme envergadura a nível mundial, e um símbolo da indústria italiana.
 
A fábrica começou a ser construída em 1916, ficando concluída em 1923. Apresentou-se com cinco andares e no sexto piso tinha uma fabulosa pista de testes, com duas curvas parabólicas e com um traçado total de 2,4 Km.

 
A fábrica de Lingotto apresentava uma linha de produção ascendente em espiral helicoidal, que começava no primeiro piso com a introdução dos primeiros componentes no fabrico dos veículos, que iam ganhando forma ao passar por cada piso até estarem terminados. Chegados ao topo do edifício, por uma rampa de acesso, eram testados na respectiva pista de testes.
 
Quando aprovados os veículos desciam da pista de testes por uma de duas rampas, também em forma espiral, directamente para o primeiro piso. Esta ideia de uma pista no topo do edifício foi replicada, em 1928, no Palácio da Chrysler, em Buenos Aires.
 

 
Na década de 70, a fábrica de Lingotto dava trabalho a cerca de seis mil operários que produziam diariamente 200 automóveis. À época esta era a segunda maior fábrica do mundo, apenas suplantada pela fábrica da Ford, de River Rouge.
 
Em Lingotto foram produzidas cerca de 80 modelos, desde 1923 até ao fim da década 1970, encontrando-se nesta altura ultrapassada no seu processo de fabrico. O último veículo a ser produzido foi o Lancia Delta, em 1982.
 
Em 1985, o edifício foi remodelado, sob a égide do arquitecto Renzo Piano que projectou um espaço, contemplando um shoping center, com um centro de exposições e convenções, um hotel, onze salas de cinema e um teatro. Reabriu em 1992 para a realização do Salão Automóvel de Turim.
 
A pista de testes da Fiat serviu de cenário para vários filmes, a título de exemplo: “Mafioso”, em 1962, e “Um Golpe em Itália”, em 1969.
 
Actualmente funciona como pólo de atracção turística, também sendo utilizada para a realização de eventos por clubes de automóveis e pela Red Bull que ali organiza corridas de Vespas.
 
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
previous arrownext arrow
Slider


TAGS: Fiat


PARTILHAR:

Mais Populares

Deixe um comentário

avatar