RallySpirit Altronix 2019 promete viagem no tempo com míticos modelos do Grupo B

Eventos 06 Nov 2019

RallySpirit Altronix 2019 promete viagem no tempo com míticos modelos do Grupo B

Pelo quinto ano consecutivo, o RallySpirit Altronix vai transformar-se num concentrado de emoções fortes para diluir e degustar ao longo de três dias. De 8 a 10 de Novembro, a prova que, de ano para ano, tem reforçado a sua posição no mapa dos principais “Rally-Legends” Europeus, promete muita emoção e autênticas romarias aos concelhos de Barcelos, Porto, Santo Tirso e Vila Nova de Gaia, que receberão o percurso idealizado pela X Racing, a entidade promotora do rali.
 
Confirmando a receita de sucesso de anteriores edições, a prova deste ano reúne novamente os automóveis míticos do património histórico dos ralis da década de 70, 80, 90 e 00, com destaque para os icónicos modelos de Grupo B, mas também algumas das máquinas mais emocionantes da actualidade.
 
Mas, a verdade, é que no centro de todas as atenções estarão os fascinantes “Super-Grupo B”, modelos de produção muito limitada, com potências na ordem dos 600 cavalos, que, emprestaram à década de 80 do Campeonato do Mundo de Ralis, um carisma tão especial como único, ao ponto de, passadas mais de três décadas, ser essa ainda considerada a época de ouro dos ralis.

 

 
A história vai voltar a viver-se de forma intensa no RallySpirit Altronix, com a presença de carros tão lendários como o Audi Sport Quattro S1, Peugeot 205 Turbo 16 E2, Ford RS 200 e MG Metro 6R4, que, por certo – com o seu extravagante design aerodinâmico, avassaladora potência, assombrosa aceleração e misticismo impar -, conquistarão e contagiarão de entusiasmo milhares de aficionados ávidos de sensações fortes, que há mais de 30 anos esperam pelo regresso deste célebre conjunto de carros a Portugal.
 
Na estrada, com contornos verdadeiramente nostálgicos, também têm presença assegurada outros históricos “Grupo B”, como os famosos Lancia 037 e Audi Quattro A2, para além de outros modelos igualmente carismáticos de Grupo 4 (Lancia Stratos, Fiat 131 Abarth, Renault 5 Turbo e Ford Escort RS), de Grupo A (Lancia Delta Integrale, Subaru Impreza, Mitsubishi Lancer Evo e Ford Escort Cosworth) e mesmo um World Rally Car (Subaru Impreza WRC), que escreveram alguns das mais belas páginas dos ralis mundiais.
 
Mas nem só de automóveis magnéticos se faz a edição deste ano do RallySpirit Altronix, uma vez que para o seu quadro de honra também entra o ex-campeão do Mundo de Ralis (1984), Stig Blomqvist. Depois da presença de estrelas do Campeonato do Mundo de Ralis, como Miki Biasion (2016), Ari Vatanen (2017) e François Delecour (2018), chega agora a vez do piloto sueco ser a estrela maior do evento, abrilhantando a sua presença ao volante do fantástico Audi Sport Quattro S1, uma das 20 unidades do limitadíssimo contingente produzido pela Audi Sport nos anos 80 e a primeira das oito que a equipa oficial usou no Campeonato do Mundo de Ralis.
 

 
Para o piloto, com 55 anos de carreira, e que foi vitorioso em 11 provas do WRC, num palco onde também conquistou 32 pódios, regressar a Portugal “é um motivo de enorme satisfação, ainda mais para voltar a sentar-me num Audi Sport Quattro, com que vivi momentos únicos na minha carreira. Trata-se de um carro exigente, mas que proporciona muito prazer de condução e espectáculo e que me possibilitará recordar velhos tempos de quando fui piloto oficial da Audi”.
 

 
A par de Blomqvist, mais 114 equipas partirão apostadas em fazer do RallySpirit Altronix 2019 um evento memorável e definitivamente internacional. Aos concorrentes portugueses, juntam-se formações vindas da Suécia, Alemanha, Grã-Bretanha, Bélgica e Espanha, com estas últimas a providenciarem um forte contingente, correspondente a cerca de 20% das inscrições.
 
No plano competitivo, os três dias do evento, idealizado pela X Racing, têm muita animação garantida, com a disputa de dez Provas Especiais, em piso de asfalto, preparadas pelo Clube Automóvel de Santo Tirso. A estrutura da prova mantém o epicentro em Vila Nova de Gaia, com partida e chegada simbólica do rali na Marginal e com a “Super Especial Gaia” (1,20 km), desenhada no Quartel da Serra do Pilar, a servir de “aperitivo” para aquecer o ambiente, na noite de sexta-feira (8 de novembro) e a prometer, desde logo, a concentração de largos milhares de espectadores.
 
Novidade será o facto das equipas atravessarem depois para a margem Norte do Douro, pernoitando no Porto, na Avenida dos Aliados, local emblemático e privilegiado para o público apreciar as máquinas do rali de forma descontraída. De resto, é também no Porto que se concentrarão boa parte das emoções no Parque de Acolhimento, localizado no “Queimódromo”, onde também será possível ver as habituais e sempre espetaculares operações de assistência aos carros de competição.
 
No Sábado, 9 de Novembro, o pólo da acção desloca-se para Barcelos, concelho que acolherá todo o segundo dia de prova, com a disputa do troço “Laúndos” (9,00 km), e dupla passagem pelas classificativas de “Barcelos” (9,00 km) e “Franqueira” (4,70 km), para além daquela que será uma das grandes novidades da prova, a prova especial “Boucles Barcelos” (9,60 km), disputada sem a preocupações com o cronómetro, logo propensa para (ainda) mais espectáculo por parte dos pilotos, que, para gáudio do público, farão três passagens pela classificativa.
O último dia de prova, Domingo, 10 de Novembro, fica reservado para as tradicionais e selectivas classificativas de Santo Tirso – “Assunção” (4,40 km), “S. Tomé de Negrelos” (7,30 km) e “Coronado” (5,37 km) -, com o fim de festa a terminar em apoteose novamente junto à margem esquerda do Douro, na Marginal de Gaia, ao final da manhã.
 
Para Pedro Ortigão, um dos responsáveis pela X Racing, “é naturalmente com grande satisfação que vemos arrancar a 5ª edição do RallySpirit com um conjunto de carros tão emblemático. O nosso principal objectivo sempre foi o de nos podermos colocar a par das melhores provas internacionais do conceito ‘Legend’. Ainda temos muito por onde evoluir, mas podermos contar com a presença de alguns dos principais intervenientes do mundo deste tipo de provas, é um motivo de orgulho. Isto não seria possível sem apoio de todos os pilotos, jornalistas, patrocinadores e municípios envolvidos, a quem endereçamos um agradecimento especial, sem esquecer naturalmente o público, que tanto nos tem acarinhado, e a quem pedimos para assistir ao RallySpirit Altronix em segurança, ajudando-nos, na estrada, a “combater” comportamentos de risco.”
 


TAGS: RallySpirit Altronix


PARTILHAR:

Mais Populares

Deixe um comentário

avatar