Algarve Classic Festival contou com mais de 300 participantes

Eventos 04 Nov 2019

Algarve Classic Festival contou com mais de 300 participantes

A edição de 2019 do Algarve Classic Festival levou ao sul de Portugal mais de 10 grelhas de excelentes corridas e com exclusivos automóveis em pista, mantendo este evento de Historic Racing como uma referência na Europa.
 
Os moldes do evento realizado no Autódromo Internacional do Algarve foram mantidos com a duração de três dias naquela que é a festa do automóvel clássico do sul da Europa. Com a sexta-feira dia 1 de Novembro a ser feriado, a acção em pista iniciou-se logo nesse dia com as sessões de qualificação de praticamente todas as categorias.
 
No Sábado, deu-se início às competições com os primeiros a entrarem em cena a serem os do Campeonato Português de Velocidade Legends, com Vasco Barros a ganhar a primeira corrida num Mercedes 190 DTM seguido por Luís Barros em Ford Sierra RS500 e o terceiro a ser Eduardo Monteiro em Volvo 850 T5. No domingo, a segunda corrida obteve o mesmo vencedor de sábado, enquanto Eduardo Monteiro na sua Volvo 850 T5 alcançou o segundo lugar. No terceiro posto ficou o BMW 320d de Pedro Fernandes.

 
A Fórmula Ford foi a segunda competição a entrar em acção no sábado com António Correia a ser o vencedor seguido de António Almeida e com Aslam Jamal a fechar o pódio. Na corrida de domingo, António Correia voltou a vencer, mas no segundo posto surgiu Rosário Sottomayor, com Aslam Jamal a fechar novamente o pódio.
 
Seguia-se o Campeonato Nacional de Velocidade de Clássicos, com Carlos Vieira a subir ao lugar mais alto do pódio com o seu Ford Escort RS 1600, seguido por Macedo e Silva em Porsche RSR e com Rui Azevedo a fechar o pódio em Ford Escort RS 2000. Para a corrida de domingo, João Macedo e Silva impôs o seu Porsche 911 RSR e Rui Azevedo subiu ao segundo lugar com o Ford Escort RS 2000, tendo ficado no último lugar do pódio Joaquim Jorge em Ford Escort RS 1600.
 
A meio da manhã, os GT & Sports Cars faziam a sua qualificação, numa grelha repleta de Jaguar E-Type e Lotus Elan, mas também com espetaculares Bizzarinis e AC Cobra. Foi exactamente este modelo o vencedor com a dupla Cottingham-Bryant ao volante, seguidos por Kent-Ward em Jaguar E-Type, que ficaram a apenas 1,33 segundos num prova com duas horas de duração. No terceiro lugar, terminou a equipa do Lotus Elan com Haddon/Wolfe ao volante.
 
Os protagonistas seguintes foram os HTCC, U2TC, Group1 Portugal e Troféu Mini, numa grelha conjunta com mais de 40 carros em pista. Era nesta grelha que o público podia apreciar os espectaculares Ford Sierra RS500, os Rover Vitesse ou os Ford Capri que impressionavam à sua passagem. No sábado, os vencedores do HTCC foram Thomas/Lockie num Ford Sierra RS500, em segundo terminou Steve Dance em Ford Capri e no terceiro lugar a dupla Wood/Morgan ao volante de um Nissan Skyline GT-R. Este último foi quem venceu a corrida de domingo, que teve na segunda posição Smith/Moulton em BMW M3 E30 e Blakeney/Edwards/Grant/Peterkin na terceira posição com um Rover Vitesse.
 
Nos U2Tc, o pódio de sábado foi composto por Wolfe/Haddon, Neil Brown e em terceiro os norte-americanos Gans/Sope, todos em Ford Cortina Lotus, que voltaram a repetir o pódio no domingo mas em sequência diferente: em primeiro Wolfe/Haddon, seguidos por Gans/Sope e em terceiro Neil Brown.
 
O Group1 Portugal intrometeu-se nesta luta de gigantes, com o lugar mais alto do pódio da corrida de sábado a ir para Ricardo Pereira em Ford Escort RS2000, seguido por João Diogo Lopes, também em Ford Escort RS 2000 e André Castro Pinheiro no terceiro lugar com um potente Jaguar XJS V12. No domingo foi Filipe Martins em Ford Escort RS 2000 quem levou o primeiro lugar, com Madalena Gaspar/Fernando Mayer Gaspar a serem segundos em VW Golf GTi. A fechar o pódio vinha novamente André Castro Pinheiro no seu Jaguar XJS V12.
 
Nos Troféu Mini, Guilherme Dal Maso venceu as duas corridas, sendo que na corrida de sábado teve a companhia de Nelson Rêgo no segundo lugar e Guilherme Affonso no terceiro. No domingo o segundo posto foi ocupado por Alexandre Leal e novamente o brasileiro Guilherme Affonso a completar o pódio.
 
A competitiva Fórmula Junior também esteve presente no Algarve Classic Festival e na corrida de sábado foi Richard Bradley em Brabham o vencedor, seguido por Richard Smeeton num Wainer e ficando o francês Patrick Daubreby, em Lotus, em terceiro lugar. Domingo, os pequenos fórmulas tiveram no pódio o mesmo vencedor, mas agora com Alex Ames em Lotus no segundo posto e Christopher Drake em Terrier no terceiro lugar.
 

 
A grelha de Pré-63 GT by DK Engineering era uma das mais atractivas do evento, não só por possuir mais de uma mão cheia de Jaguar E-Type inscritos, mas porque tinha na grelha um famoso, raro e valioso Ferrari 250 GTO. Apenas com uma corrida para realizar no Sábado, a Pré 63 GT teve como vencedora a dupla britânica Cottingham-Stanley em Jaguar E-Type, seguidos por outro Jaguar E-Type com a dupla Hanson-Pochciol ao volante. A fechar o pódio esteve o Austin Healey de Mark Pangbor.
 

 
A competição mais charmosa do sul da Europa não podia faltar a este evento e por isso o Iberian Historic Endurance também teve direito a duas corridas, onde marcaram presença carros tão sensacionais como os Ford GT40 ou os raros Porsche 904/6 e Ginetta G10. Com 50 equipas inscritas, foi exactamente o Ford GT40 brasileiro que venceu as duas corridas deste fim-de-semana. No sábado teve a companhia no pódio de outro Ford GT40 da dupla alemã Nolte/Funke e do potente Ginetta G10 de Guess/Hilliard. No domingo a história foi escrita de forma diferente e no pódio estiveram o Porsche 911 3.0 RS dos portugueses Bastos Rezende/Pais do Amaral com o elegante Jaguar E-Type de Sautter/Newall a ocupar a terceira posição.
 
A extremamente competitiva grelha dos Super Seven by Toyo Tires, onde se utilizam os famosos Caterham, teve uma grelha recorde com 63 equipas diferentes. O vencedor da primeira corrida do fim-de-semana foi Danny Winstanley, seguido por Lee Wigginse e David Henderson. O melhor português foi Diogo Tavares na quarta posição. Na segunda corrida, Pedro Salvador subiu ao lugar mais alto do pódio, acompanhado por David Henderson e Justin Armstrong.
 
Uma das corridas mais icónica do evento, é a MRL 50’s Sports cars, para viaturas de Sport dos anos 50, que começa durante a tarde e que se prolonga pela noite de Sábado. Nesta prova despontam por exemplo os Jaguar C-Type, XK 140 ou o Aston Martin DB2. O vencedor foi a dupla Kent/Ward num Lister Costin Jaguar. Em segundo ficaram Maeers/Martin em Cooper Monaco e no terceiro lugar mais um Lister Costin Jaguar de Monteverde/Pearson.
 
Na corrida do Algarve Sports Cars, onde alinham modelos como os Chevron B19, McLaren e Lola T70 finais dos anos 60 e inicio dos anos 70. Os vencedores foram Hiliard/Padmore num Chevron B19, seguidos por Bradley Burns em McLaren M1B. Na terceira posição ficou a dupla Emberson/Wykeha, também num Chevron B19.
 
Destaque também para a presença de diversos expositores vindos um pouco de toda a europa e dos clubes de automóveis, com especial atenção ao Aston Martin Owners do Reino Unido.
 
Diogo Ferrão, CEO da Race Ready, referiu que “A temporada de 2019 do Historic Racing internacional termina como habitualmente no Algarve. Após alguns anos a bater recordes de participação, este ano, a data tardia e o Brexit influenciaram na adesão ao evento, com uma quebra de 20% de inscritos. Mesmo assim foram mais de 300 participantes que estiveram presentes neste evento, trazendo excelentes e raros carros que apaixonam todos aqueles que gostam da história do automobilismo.”


TAGS: Algarve Classic Festival


PARTILHAR:

Mais Populares

Deixe um comentário

avatar