Oito brinquedos que entretiveram muitas crianças no passado

Automobilia 30 Out 2019

Oito brinquedos que entretiveram muitas crianças no passado

Hoje em dia a palavra brincar está muito relacionada com aparelhos electrónicos, como telemóveis ou consolas de jogos, onde as crianças passam horas em frente a um ecrã. Mas em tempos passados as crianças divertiam-se com algo palpável, como os oito brinquedos que se seguem. Nem todos são brinquedos na mais pura essência, já que também divertiam os mais graúdos.

Autocross


 
O Autocross foi o primeiro jogo a 3D, produzido pela Congost. Foi neste simulador que muitas crianças iniciaram as lides de condução pela primeira vez. Foi idealizado por Luis Congost e lançado em 1975. O jogo resumia-se em conduzir um carrinho de plástico, numa pista de obstáculos. O simulador possuía chave, um volante e uma caixa de quatro velocidades.

Garagens e estações de serviço com elevador


 
Ainda hoje as garagens com elevador são um sucesso entre as crianças. Os melhores modelos utilizam um motor eléctrico para fazer mover o elevador, enquanto os outros utilizam um sistema manual. Seja como for, várias foram as crianças dos anos setenta até hoje que passaram horas a fazer subir e descer os seus pequenos automóveis.

Madelman


 
Os automóveis da série Madelman foram um grande sucesso na nossa vizinha Espanha, com os seus modelos de Jeep e Buggy, criados pela Manufacturas Delgado em 1968. Ambos existiam em várias versões, como safari, militar, entre outras, com um detalhe estupendo para a época.

Matchbox


 
Dois amigos criaram uma pequena fundição de metal no Reino Unido, em 1947, chamada Lesney, que era o acrónimo dos seus nomes, Leslie Smith e Rodney Smith. Em 1953 tiveram a ideia de fabricar a carroça real da rainha, sendo logo um sucesso, com mais de um milhão de vendas. Assim, a Lesney decidiu concentrar-se somente na produção de miniaturas. A filha de Jack Odell, o engenheiro que foi contratado para ajudar na produção de fundição, deu a ideia de criar miniaturas de automóveis, dentro de caixas de cartão, para as crianças poderem levar para a escola e assim nasceu a Matchbox.

Meccano


 
Antes das peças plásticas quadradas que dão ínfimas construções, a Meccano oferecia técnicas de montagem bastante realistas e com bastante resistência. A ideia partiu do britânico Frank Hornby que decidiu criar um divertimento para os seus filhos, reutilizando latas de metal da indústria de carne onde trabalhava, fazendo pequenas construções. Em 1901, com o êxito enorme que estava a ter com os amigos dos seus filhos, decide registar a patente com o nome Mechanics Made Easy e em 1908 fundou a Meccano Ltd.

Scalextric


 
As pistas de slot divertem crianças e adultos, existindo até competições nacionais. A história dos carrinhos de slot remonta a 1912, nos EUA, onde eram aproveitados os carris dos eléctricos, para fazer corridas de miniaturas. O slot como é conhecido hoje, teve início em 1956, através da britânica Minimodels, que melhorou o desenho do engenheiro Fred Francis, lançando a marca Scalextric.

Telecomandados com cabo


 
Os carrinhos telecomandados dos anos setenta estavam ligados ao comando por um cabo. Mas isso permitia conduzir um automóvel e levá-lo até onde as pilhas deixavam ir. O cabo era curto e o “condutor” tinha de seguir o carrinho. Nesta época, as marcas Rico e Payá eram as que produziam as réplicas mais fiéis dos modelos verdadeiros.

VAM


 
Esta empresa espanhola produzia pequenas miniaturas de automóveis, com pouca qualidade e em plástico, para vender por cinco pesetas. Apesar da fraca qualidade, aumentavam o parque automóvel de qualquer criança de forma barata. Os modelos mais populares eram o Volkswagen Carocha e os camiões Pegaso.


TAGS: Autocross Madelman Matchbox Meccano Scalextric VAM


PARTILHAR:

Mais Populares

Deixe um comentário

avatar