Venda de automóveis apreendidos ao filho do presidente da Guiné Equatorial gera milhões

Mercado 01 Out 2019

Venda de automóveis apreendidos ao filho do presidente da Guiné Equatorial gera milhões

O filho de Obiang, presidente da Guiné Equatorial, de nome Teodoro Nguema Obiang Mangue, tinha uma colecção de automóveis de luxo. Esta foi apreendida pelas autoridades suíças, após a investigação ter terminado em Fevereiro, por apropriação indevida de fundos e lavagem de dinheiro. A colecção foi leiloada com a condição de o dinheiro resultante da venda, fosse investido em programas sociais na Guiné Equatorial.
 
No passado domingo decorreu o leilão dos 26 automóveis, levado a cabo pela Bonhams e designado por Bonmont Sale, num campo de golfe em Cheserex, onde estiveram em exposição. Todos os automóveis, caso fiquem na Suíça, terão de pagar o imposto de importação, uma vez que não o pagaram quando deram entrada no país. Para além dos automóveis de Teodoro, muitos outros automóveis foram leiloados no mesmo evento, sendo cerca de 50 automóveis, tendo superado todas as expectativas.
 
Um dos automóveis mais emblemáticos da colecção era o Lamborghini Veneno Roadster de 2014, do qual só foram produzidos nove exemplares e este é o número sete, tendo percorrido somente 325 km. Está equipado com um motor V12 de 6.5 litros, que debita 739 cv. Foi leiloado por mais de sete milhões e meio de euros.

 
O segundo automóvel mais caro do leilão foi o Koenigsegg One:1, vendido por 4.240.803€. Este automóvel exclusivo, pois só foram produzidos seis exemplares, apresenta a condição de novo, com somente 597 km. O nome provém da relação peso/potência, com 1360 cv para 1360 kg. A potência provém de um motor V8 Twin-Turbo de 5.0 litros.
 
No leilão estava presente também um Ferrari LaFerrari, o último supercarro produzido pela marca italiana até à data, com 894 km. Este foi o primeiro automóvel da marca do cavalino rampante híbrido, equipado com um motor V12 de 6.3 litros e 789 cv, que juntamente com um motor eléctrico de 161 cv, debita uma potência combinada de 950 cv. Foi vendido pela quantia de 2.014.381€.
 
O Aston Martin One-77, um automóvel exclusivo, produzido em 77 exemplares, sendo este o 35º. Equipado com um motor V12 7.3 litros e 48 válvulas, a potência chega aos 750 cv, graças aos melhoramentos efectuados pela Cosworth Engineering. Este exemplar foi vendido por 1.431.271 euros.
 
Outro automóvel pertencente à colecção é o Bugatti Veyron EB 16.4 de 2010. Este automóvel equipado com o motor W16 de 8.0 litros e 1001 cv atingiu os 1.208.629 euros.
 
Outros automóveis presentes no leilão foram, McLaren P1, vendido por 1,166,221€, um Ferrari Enzo vendido por 2.862.542€, um Lamborghini Reventón Roadster vendido por 1.802.341€, um Porsche 918 Spyder vendido por 1.431.271€, um Porsche 911 Type 964 Turbo S ‘Leichtbau’ Coupé vendido por 1.060.200€, entre muitos outros.
 

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: Bonhams Obiang Collection


PARTILHAR:

Mais Populares

Deixe um comentário

avatar