Morreu Ferdinand Piëch, o criador do império automóvel da Volkswagen

Clássicos 27 Ago 2019

Morreu Ferdinand Piëch, o criador do império automóvel da Volkswagen

Ferdinand Piëch, o herdeiro da família Porsche que transformou a Volkswagen AG numa potência global, morreu aos 82 anos.
 
Piëch faleceu “de repente e inesperadamente” no domingo, declarou a esposa num comunicado. O jornal alemão Bild informou que Piëch desmaiou após o jantar com a sua esposa num restaurante em Rosenheim, sul da Alemanha, e foi levado de urgência para o hospital mais próximo, onde acabaria por falecer.
 
O neto de Ferdinand Porsche, que lançou a base do mítico 911, chegou ao mais alto cargo na Volkswagen na década de 90, era admirado pelo seu profundo conhecimento técnico e pela obsessão pelo detalhe no processo de fabrico, mas temido pela sua rígida gestão, Piëch assumiu a Volkswagen em 1993, quando a empresa sofreu grandes perdas, baixa qualidade e custos elevados.

 
Nove anos volvidos, Piëch chegou ao cargo de Presidente do Conselho de Supervisão, e transformou a empresa. Piëch continuou a orientar a estratégia da empresa depois de se tornar Presidente do Conselho de Supervisão em 2002. A sua sede de aquisições e de construção de um império ajudou a Volkswagen a transformar-se numa potência automóvel mundial, ultrapassando a Toyota Motor há cerca de três anos para se tornar a maior fabricante de automóveis do mundo .
 
As suas maiores conquistas foram ter adquirido a Porsche em 2012 e “construir a maior e mais bem-sucedida empresa de automóveis do mundo”, afirma John Wolkonowicz, historiador que trabalhou como consultor na Volkswagen nos anos 90.


TAGS: Ferdinand Piech Porsche Volkswagen


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment