Lancia Flaminia GT 3C 2,8 Convertible: Um

Mercado 09 Ago 2019

Lancia Flaminia GT 3C 2,8 Convertible: Um “Mercedes italiano”

A gama Flaminia da Lancia era chamada “o Mercedes italiano” devido à sua qualidade de construção, requinte e comportamento, superiores aos Ferrari e Maserati de então. Sucessor do revolucionário Lancia Aurelia, o Flaminia dispunha de um moderno V6, caixa montada atrás, em transaxle, com eixo DeDion e suspensão de triângulos sobrepostos à frente. De acordo com a prática habitual, a Lancia fornecia o Flaminia em plataforma às empresas de carroçarias, como a Pinin Farina, a Zagato e a Carrozzeria Touring, que depois produziam os arrojados GT de dois lugares e o GT Convertible. Este último tinha carroçaria em alumínio realizada de acordo com o sistema patenteado Superleggera, da Touring.
 
O automóvel apresentado aqui, com o número de chassis 826.134-1074, está lacado em cinzento Argento Auteuil Metallic, com o habitáculo forrado a pele vermelha e equipado com o rádio Becker Mexico de AM e FM contemporâneo. Com três carburadores duplos invertidos Weber, o motor 2.8 3C debita 150 cv, uma potência respeitável para um GT descapotável, construído para percorrer longas distâncias, em conforto e com elegância. Residindo em Portugal desde 2006, este Flaminia será uma excelente escolha para quem queira apreciar as emoções da condução, cabelos ao vento, num estilo intrinsecamente italiano.
 
Este automóvel faz parte da Colecção Sáragga que irá ser leiloada pela RM Sotheby’s na Comporta no próximo dia 21 de Setembro.
 

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: Colecção Sáragga Lancia RM Sotheby's


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment