Novos Radiomir reforçam identidade histórica da Panerai

LifeStyle 17 Jul 2019

Novos Radiomir reforçam identidade histórica da Panerai

Um ressonante aspecto mate, discreto, intencionalmente evasivo no seu design e monocromático. Especificamente concebido para se fundir com qualquer tipo de fundo graças à sua harmoniosa combinação de tons. A tendência actual do verde escuro no mostrador encontra a sua expressão mais poderosa e concreta na história da marca, um aspecto essencial e imediatamente reconhecido. A Panerai elegeu o verde militar para o mostrador dos quatro novos relógios Radiomir para reforçar a sua forte identidade histórica.
 
Quatro interpretações, inequivocamente individualizadas nas suas funções, dimensões e nos materiais em que são feitos, mas conceitualmente ligadas por um código visual comum de reconhecimento, assim como pela linguagem estética desmontáveis para a correia integrada, solidamente construídas e representativas do Radiomir «evoluído» da década de 1940. Este foi o período no qual a Panerai adquiriu importância enquanto fornecedor único de relógios de pulso para a Marinha Real Italiana; relógios que foram especialmente desenvolvidos com as funções essenciais requeridas pelos instrumentos de precisão concebidos para serem utilizados pelos seus comandos. Hoje, estes antecedentes militares implícitos têm passado para um contexto civil, em três modelos com caixas de 45 mm de diâmetro, fabricadas em aço inoxidável AISI 316L e um modelo com uma caixa de cerâmica com jacto de areia preta de 48 mm de diâmetro. Nestes relógios, a cor verde intensa e anti-reflexo converte-se num elemento que expressa tanto uma ligação como uma qualidade única, semelhante ao vidro de safira com a sua marcada convexidade, a matriz bege da luminescência e a correia em couro escuro natural italiano. Um património histórico perfeitamente aproveitado e expressado.
 

 
Os novos Radiomir com mostrador verde destacam-se pelo ponto de vista mecânico com uma ampla gama de calibres, todos inteiramente efectuados pela Manufatura da Panerai em Neuchâtel. O Radiomir – 45 mm (PAM00995) vem equipado com o calibre P.4000, um movimento automático mais fino da Panerai e tem dois ponteiros e um ponteiro dos pequenos segundos. O P.4001 é um modelo desenvolvido para facilitar a informação adicional como um segundo fuso horário, indicação am/pm e a reserva de marcha mostrada no fundo; este é o movimento ajustado ao Radiomir GMT – 45 mm (PAM00998). Este mecanismo foi modificado posteriormente na versão P.4002, que mostra o indicador de reserva de marcha do mostrador, uma característica exclusiva do Radiomir GMT Power Reserve – 45 mm (PAM00999). Cada um dos três movimentos automáticos tem um micro rotor excêntrico bi-direccional em liga de tungsténio e uma reserva de marcha de três dias. O único a ter um movimento mecânico de corda manual é o Radiomir – 48 mm, que vem equipado com um calibre P.3000 que indica as horas, os minutos e segundos pequenos.
 
Herméticos até dez bares (uma profundidade de uns 100 metros) e apresentados numa caixa de madeira de cereja verde com acabamento escovado, os novos relógios Radiomir são entregues com uma correia de substituição além da original. Em bege para as versões em aço ou preto para a versão em cerâmica, com duas asas e inserções de reforço funcionais em cada um dos orifícios do forro em couro verde.
 

PAM00995
PAM00995
PAM00995
PAM00995
PAM00995
PAM00997
PAM00997
PAM00997
PAM00997
PAM00997
PAM00997
PAM00998
PAM00998
PAM00998
PAM00998
PAM00998
PAM00998
PAM00999
PAM00999
PAM00999
PAM00999
PAM00999
PAM00995
PAM00997
PAM00999
PAM00998
PAM00995
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
PAM00995
PAM00995
PAM00995
PAM00995
PAM00995
PAM00997
PAM00997
PAM00997
PAM00997
PAM00997
PAM00997
PAM00998
PAM00998
PAM00998
PAM00998
PAM00998
PAM00998
PAM00999
PAM00999
PAM00999
PAM00999
PAM00999
PAM00995
PAM00997
PAM00999
PAM00998
PAM00995
previous arrow
next arrow


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment