De Tomaso renasce oficialmente das cinzas

Clássicos 23 Mai 2019

De Tomaso renasce oficialmente das cinzas

A De Tomaso era uma marca italiana, fundada em 1959 pelo argentino Alejandro de Tomaso, em Modena. A Ford chegou a ter uma participação de 84%, comprada em 1971, mas vendeu-a de volta em 1974. Esta empresa dedicava-se a construir automóveis desportivos e de luxo, tendo também desenvolvido modelos de competição, incluindo para a Fórmula 1.
 
O modelo mais icónico é sem dúvida o Pantera, desenvolvido em conjunto com a Ford, que combina a elegância italiana com o poderoso motor Ford V8 de 5.8L, que desenvolvia 330 cv. Outro modelo icónico é o Mangusta, também com motor Ford.
 
Ao longo dos tempos a De Tomaso foi tendo várias marcas sob a sua posse, uma delas foi a Maserati, de 1976 a 1993, sendo nesta época desenvolvidos os Biturbo, Kyalami, Quattroporte III e o Karif. Nesse mesmo ano, Alejandro também adquiriu a Innocenti, formando a Nuova Innocenti, sendo vendida em 1993 à Fiat. Além destas, a marca de motos Moto Guzzi também foi propriedade da De Tomaso, de 1973 a 1993.
 
Em 2004 a De Tomaso entrou em falência, no entanto, a produção de automóveis continuou por mais algum tempo. Em 2008 foi comprada por um investidor e em 2009 foi adquirida por Gian Mario Rossignolo, formando uma nova empresa, a De Tomaso Automobili SpA. A sua ideia seria produzir os chassis e carroçarias na antiga fábrica da Delphi Automotive, em Livorno, e os trabalhos de carroçaria, pintura e acabamentos na antiga fábrica da Pininfarina, em Grugliasco. Nesta altura a marca recebe um novo logótipo e no Salão de Genebra de 2011 é apresentado um novo modelo, o Deauville, que nunca chega a passar de protótipo. Em Maio de 2012 a De Tomaso volta a estar à venda, após o falhanço do plano de Rossignolo, que seria preso em Julho desse mesmo ano. Em 2014, as instalações da De Tomaso ficaram completamente ao abandono.
 
Agora a histórica marca italiana irá regressar, graças à chinesa Ideal TeamVenture, detentores também da Apollo Automobile, antiga Gumpert. A ITV comprou os direitos da De Tomaso em 2014, mas só agora irá ser apresentada oficialmente. A data está marcada para dia 4 de Julho de 2019, durante o Goodwood Festival of Speed.
 
A acompanhar a apresentação da marca, irá estar um novo automóvel, com o nome de código Project P. No entanto, ainda não foram revelados quaisquer detalhes deste novo modelo da marca italiana. Irá ser desenvolvido em conjunto com os técnicos da Apollo. Este regresso é ainda mais esperado, pois a marca celebra 60 anos.
 

wallpapers_de_tomaso_mixed__1
De_Tomaso_www.motorhistoria.com-1
de_tomaso_mixed__wallpapers_1
detomaso-vallelunga-1
de_tomaso_vallelunga_2
de_tomaso_505_38
1969-De-Tomaso-Mangusta-2
images_de_tomaso_deauville_1971_1
de_tomaso_deauville_1971_wallpapers_1
de_tomaso_longchamp
de_tomaso_pantera_1971_photos_1
de_tomaso_pantera_1972_images_1
De-Tomaso-Pantera-1
wallpapers_de_tomaso_pantera_1971_1
de-tomaso-sold-to-ch-2
jeidbxbxqr111
photos_de_tomaso_pantera_1972_1
de_tomaso_guara__pictures_1
de_tomaso_bigua_1
de_tomaso_deauville_2011_wallpapers_1
de_tomaso_deauville_2011_pictures_1
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
wallpapers_de_tomaso_mixed__1
De_Tomaso_www.motorhistoria.com-1
de_tomaso_mixed__wallpapers_1
detomaso-vallelunga-1
de_tomaso_vallelunga_2
de_tomaso_505_38
1969-De-Tomaso-Mangusta-2
images_de_tomaso_deauville_1971_1
de_tomaso_deauville_1971_wallpapers_1
de_tomaso_longchamp
de_tomaso_pantera_1971_photos_1
de_tomaso_pantera_1972_images_1
De-Tomaso-Pantera-1
wallpapers_de_tomaso_pantera_1971_1
de-tomaso-sold-to-ch-2
jeidbxbxqr111
photos_de_tomaso_pantera_1972_1
de_tomaso_guara__pictures_1
de_tomaso_bigua_1
de_tomaso_deauville_2011_wallpapers_1
de_tomaso_deauville_2011_pictures_1
previous arrow
next arrow

TAGS: De Tomaso


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment