Octoauto e Sextoauto, os

Clássicos 04 Mar 2019

Octoauto e Sextoauto, os “monstros”criados por Milton Reeves

Criado pelo engenheiro americano Milton Reeves, o assombroso Octoauto – possuidor de mais de seis metros de comprimento – foi dado a conhecer ao público a 30 de Maio de 1911, aquando do debute das 500 milhas de Indianapolis (Indy 500), mítica prova automobilística cuja estreia foi presenciada por mais de 80 mil espectadores.
 
O Octoauto possuía a singularidade de dispor de quatro eixos (dois situavam-se na parte anterior da viatura e outros tantos localizavam-se na parte posterior do automóvel). Reeves tinha para si que, em lugar de um típico veículo de quatro rodas, criar uma viatura de oito rodas permitiria uma condução mais cómoda e suave. O engenheiro hoosier acreditava, do mesmo modo, que a distribuição da carga por quatro eixos contribuiria para aumentar a longevidade dos pneus. Esta viatura tinha um custo de 3200 dólares.
 
Em 1912, Reeves tomou a resolução de mostrar ao mundo um novo transporte: chamava-se Sextoauto e dispunha de seis rodas (quatro na retaguarda e duas na dianteira). Houve duas versões do Sextoauto: a primeira tratou-se de uma modificação do Octoauto; quanto à segunda, foi construída sob um chassis modificado da Stutz Motor Company e tinha uma transmissão CVT. Este automóvel valia 4500 dólares.

 

 



PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment