Jaguar XK120 de Clark Gable descoberto debaixo do circuito de Brickyard

Clássicos 16 Fev 2019

Jaguar XK120 de Clark Gable descoberto debaixo do circuito de Brickyard

Clark Gable é um actor norte americano, conhecido por The King of Hollywood. Além de actor, ele também foi Major na Força Aérea americana, tendo combatido na Segunda Guerra Mundial. Foi um actor com muito sucesso durante os anos 30 e 40, tendo ganho um Óscar e fez o seu último filme em 1960, ano em que viria a falecer. Tal como qualquer personalidade, também nutria algum carinho pelos automóveis. De entre os vários que teve na sua posse, podemos encontrar um Duesenberg Model JN de 1935, um Duesenberg SSJ Speedster de 1936, um Lincoln Zephyr V12 de 1937, um Packard Eight Convertible Victoria de 1938, um Jaguar 3.5-Liter Mark IV Drophead Coupe de 1948, um Mercedes-Benz 300SL Gullwing de 1955 e um Mercedes-Benz 300 Sc de 1956.

 

Em 1948 é apresentado o novo Jaguar XK120 e Gable ficou logo “apaixonado” pelo automóvel. A Jaguar pretendia produzir este novo modelo em pequenas quantidades, de modo a publicitar o seu novo motor, o XK, de seis cilindros em linha, com 3.4L, duas árvores de cames à cabeça e câmaras de combustão hemisféricas, debitava 162 cv e, que seria montado numa nova serie de berlinas, mas as encomendas superaram e muito as expectativas da marca. O XK120 tem suspensão independente na frente, com barra de torção e na traseira é de molas de lâmina. A direcção é feita através de uma caixa de direcção de esferas, com uma coluna de direcção telescópica ajustável. Quando foi lançado, era o automóvel de produção mais rápido do mundo, atingindo as 120 mph, ou os 193 km/h, vindo daí a designação do modelo.

 

 

Devido à grande procura do modelo, as primeiras carroçarias, em alumínio, do XK120 foram feitas à mão, antes das ferramentas chegarem à fábrica. No total, foram produzidas mais de 12000 unidades do Jaguar XK120, até 1955, quando foi substituído pelo Jaguar XK140.

 

Gable foi ao stand International Motors, na Wilshire Boulevard, em Hollywood, para ser ele o primeiro a receber o XK120 vendido na costa oeste dos EUA. O primeiro XK120 de Gable, sim ele teve três exemplares, foi mesmo dos primeiros a sair da linha de produção, de Holbrook Lane, em 1949. O exemplar tratado neste artigo foi oferecido por ele a Anton “Tony” Hulman, Jr., dono do Indianapolis Motor Speedway, durante as filmagens do filme To Please A Woman. Anton guardou o automóvel no parque do circuito e, este só via a luz do dia uma vez por ano, em Maio, quando Gable ia a Indianapolis ver corridas. Conta com apenas 6500 milhas, cerca de 10500km, no odómetro, encontrando-se, ainda hoje, guardado no circuito de Indianapolis.

 

Gable chegou até a escrever uma crónica, para a revista Road and Track, em 1950, sobre o Jaguar XK120. Disse mesmo que foi o melhor automóvel desportivo que conduziu, tendo conseguido ultrapassar o valor da velocidade máxima do modelo, atingindo as 124 mph.

 

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: Clark Gable Jaguar XK120


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment