Os dez automóveis que se tornarão clássicos daqui a 20 anos

Modernos 26 Jan 2019

Os dez automóveis que se tornarão clássicos daqui a 20 anos

O universo dos automóveis clássicos é algo muito restrito, mas com o passar dos anos, muitos são aqueles que se vão juntando aos seus antepassados. Claro que a maior parte dos automóveis não chega a ser clássico, isto porque são meros meios de transporte e, quando não são capazes de completar essa função, acabam na sucata.

 

Mas há aqueles modelos, que por diversas razões têm o seu lugar reservado no culto dos clássicos, alguns, até mal saem da fábrica, já são clássicos, isto, claro, naquelas versões limitadas e raras de determinados modelos.

 

A lista que se segue resume em dez exemplos, quais serão os futuros automóveis clássicos:

 

Porsche 911 (991) R

 

 

Este modelo foi apresentado no Salão de Genebra de 2016 e, aquando do lançamento, era o 911 mais leve, com apenas 1370 kg, isto porque utilizava vários materiais leves na carroçaria, como fibra de carbono na tampa da mala e arcos das rodas, magnésio no tejadilho, vidros traseiros em material sintético e no interior não conta com bancos traseiros, nem ar condicionado, nem rádio e tem redução do isolamento. Com a produção limitada a 991 unidades e com uma inspiração mais analógica, este 911 R tem já o seu lugar reservado nos clássicos. Este modelo foi buscar inspiração ao Porsche 911 R de 1967 e despido que tudo o que não era desnecessário. O motor, extraído do 911 GT3 RS, é um 4 L naturalmente aspirado de seis cilindros opostos, que debita 500 cv e só estava disponível com caixa manual de seis velocidades.

 

Nissan 300ZX (Z32) Twin Turbo

 

 

O Nissan 300ZX Twin Turbo era muito à frente do seu tempo e, pertencia ao topo de performance da Nissan, tal como outros construtores nipónicos o fizeram nos anos 90, como o Honda NSX. Este modelo tem direcção no eixo traseiro Super-HICAS, utilizado também no Nissan Skyline GT-R. O motor VG30DETT é um V6 de 3 L, com dupla árvore de cames à cabeça e variação de tempo de abertura das válvulas, equipado com dois turbos Garrett e dois intercoolers, produzindo 304 cv. Sem dúvida um ícone do seu tempo.

 

Honda S2000 CR

 

 

O Honda S2000 é mais um modelo icónico vindo do país do sol nascente e, foi lançado para celebrar os 50 anos da marca, tendo sido produzido durante dez anos, de 1999 a 2009. Em 2008, já na geração AP2 do S2000, a Honda lança para o mercado norte americano uma versão focada para pista, designada de Club Racer ou CR, reduzindo o peso e aumentado a performance do S2000. As alterações em relação ao S2000 normal são: direcção mais directa, sistema de escape novo, suspensão mais dura e pneus Bridgestone Potenza RE070, mais largos na traseira. A estética também foi alterada, além das alterações na frente, foi adicionado um aileron na traseira, de modo a aumentar a aerodinâmica. A capota foi removida, sendo vendido de serie com hardtop. Para diminuir o peso, o pneu suplente, ar condicionado e o sistema de som foram removidos. O motor F22C não sofreu alterações, debitando 241 cv.

 

BMW M3 E46

 

 

O BMW M3 E46 foi vendido de 2000 a 2006 e será, sem dúvida, um futuro clássico, pois tornou-se num dos automóveis europeus mais icónico sendo a versão de alta performance do BMW Série 3, desenvolvido pelo departamento de competição BMW M. Está equipado com o motor S54 de seis cilindros em linha, que debita 343 cv, tendo seis corpos de acelerador individuais, operados electronicamente. Foi vendido com caixa manual Getrag de seis velocidades ou como opção poderia vir com caixa SMG II, que era basicamente a caixa manual Getrag, com uma embraiagem electro-hidráulica.

 

Ford Mustang Shelby GT350

 

 

Qualquer modelo que a Shelby meta as “mãos” será sempre um futuro clássico. Isso não é excepção no Mustang Shelby GT350 lançado em 2015. Está equipado com um motor V8 de cambola plana, de 5.2 L, com 526 cv. O chassis foi alterado para uma melhor eficácia na pista, tem alterações aerodinâmicas, discos flutuantes com pinças Brembo, amortecedores MagneRide, caixa de seis velocidades manual Tremec de baixo peso, bancos Recaro, escape diferente, entre outros, tornando-o num verdadeiro “muscle car”.

 

Jaguar F-Type SVR

 

 

O Jaguar F-Type marcou um ponto importante na história da marca britânica, tanto do seu design como nas performances e, segundo a Jaguar, é o sucessor espiritual do lendário E-Type e daí provem também o nome. Obviamente que as versões mais apimentadas serão aquelas que terão mais valor, como o SVR, lançado em 2016. Está equipado com o motor V8 Supercharged de 5 L, produzindo aqui 575 cv. É também o primeiro automóvel Jaguar, após o XJ220, a ultrapassar a barreira das 200 mph ou 322 km/h.

 

Toyota Land Cruiser J80

 

 

O Toyota Land Cruiser é dos verdadeiros veículos “puros e duros” para todo o terreno, a par com o Land Rover Defender e o Jeep Wrangler. A geração J80 do Land Cruiser, produzida de 1990 a 1997, com o seu design diferente e o luxuoso interior, torna este um modelo interessante como futuro clássico. Está equipado com quatro motores, dois a gasolina e dois a gasóleo, todos de seis cilindros em linha, com potências dos 130 aos 215 cv.

 

Chevrolet Camaro 1LE

 

 

O Chevrolet Camaro 1LE é uma versão que pode ser adicionada ao Camaro SS e LT com caixa manual, tornado o Camaro num modelo focado na pista. Com uma estética diferente, capot preto fosco, travões maiores, backets no interior e jantes mais leves, esta versão distingue-se das outras, sendo também mais rara e, por isso, mais “aceite” como futuro clássico. Dependendo da versão base, LT ou SS, este vem com o motor 3.6 L V6 LGX ou 6.2 L V8 LT1, respectivamente, tendo equipamento diferente entre eles. Mecanicamente não há alterações.

 

Mitsubishi 3000GT VR-4

 

 

O Mitsubishi 3000 GT, vendido no Japão como Mitsubishi GTO, é mais um dos modelos de topo nipónicos à frente do seu tempo. Foi produzido de 1990 a 2001 e vendido como Dodge Stealth nos EUA. A versão com maior valor é a VR-4, que tem equipado o motor V6 twin-turbo de 3.0 L e 24 válvulas, com 320 cv. Além da tracção integral, tem também direcção nas quatro rodas, aerodinâmica ajustada automaticamente, vários modelos de escape e suspensão controlada electronicamente. Com maior procura para coleccionadores, existe o modelo descapotável do VR-4 vendido exclusivamente nos EUA e é bastante raro.

 

Ford SVT F-150 Lightning

 

 

Esta é uma versão de alta performance preparada pela SVT com base na pickup Ford F-150, o avô do actual F-150 Raptor. Foi lançado na primeira versão em 1993, e vinha com suspensão mais dura e um motor mais potente, um V8 de 5.8 L com 240 cv. Em 1999 esta versão foi ressuscitada e vinha equipada com um motor 5.4 L Supercharged, inicialmente com 360 e, posteriormente, em 2001 com 380 cv.

Classificados

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Joaquim ventura da silva lopes Recent comment authors
Joaquim ventura da silva lopes
Visitante
Joaquim ventura da silva lopes

Não acho tem carros que ainda são muito recentes gostaria também de o saber a carros muito mais antigos e não são considerados clássicos o meu obrigado ??

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube