Clássicos 11 Out 2018

Pininfarina Modulo Concept ganha vida após 50 anos

Concebido pelo famoso designer italiano Paolo Martin e produzido, limitado a uma unidade, pela Pininfarina em 1970, este Coupé é um belo exemplo da excentricidade que aquela época nos trouxe, podendo até afirmar-se que se trata de uma das silhuetas mais bizarras do mundo automóvel, sendo que a característica que se destaca é a sua porta única, uma peça que integra o tejadilho, as janelas laterais e o pára-brisas e que desliza sobre o capô, verdadeiramente ao estilo de um caça.

 

Equipado com um motor 5.0 V12 de 550 cavalos e uma transmissão de cinco velocidades, o Modulo Concept assenta num chassis do Ferrari 512S, mais precisamente o vigésimo-terceiro dos vinte e cinco que a Ferrari foi obrigada a construir para competir com o Porsche 917 em Le Mans. Uma vez produzido, o automóvel apenas conseguia mover-se para trás e para a frente, uma vez que, estranhamente, não possuía direcção.

 

Desde o seu aparecimento, esta criação foi sendo exibida por todo o mundo como um conceito para futuros modelos, até ao seu descanso no Museu da Pininfarina, interrompido há quatro anos pelo americano e entusiasta da Ferrari, James Glickenhaus, que conseguiu convencer a empresa a vender-lhe o automóvel. A sua intenção era, então, colocá-lo em plenas condições de funcionamento e utilização.

 

Mais recentemente, em Fevereiro, a Scuderia Cameron Glickenhaus presenteou o mundo com um vídeo do Modulo Concept a “dar uma volta” pela primeira vez em toda a sua longa existência.

 

Quatro anos de trabalho incessante e muita dedicação foi o necessário para tornar funcional esta peça que sempre mereceu ser admirada mais do que como uma mera obra de arte.

 

 

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: Pininfarina Modulo Concept


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment