Porsche 918 Spyder: O Superdesportivo do futuro

Modernos 16 Set 2018

Porsche 918 Spyder: O Superdesportivo do futuro

O Porsche 918 Spyder fez a sua aparição num salão automóvel em Genebra, em Março de 2010. Quatro meses depois, após cerca de duas mil manifestações de interesse para a sua compra, o conselho de administração da Porsche nem pensou duas vezes: o automóvel era mesmo para se produzir.

 

Em Setembro de 2013, no salão de Frankfurt, aparece o anúncio da versão de série, cuja produção haveria de terminar em Junho de 2015.

 

A importância histórica deste 918 Spyder é imensa pois marca o virar de página do construtor rumo à electrificação. Na realidade, depois do Panamera S E-Hybrid (mostrado em Abril de 2013), o 918 Spyder foi o segundo Porsche plug-in híbrido. E entra para a história como o primeiro supercarro híbrido do construtor alemão.

 

A sua propulsão é composta por um V8 naturalmente aspirado de 4,6 litros (e colocação central traseira) com 616 cv (e 528 Nm) que se combinam com dois motores eléctricos (um no eixo dianteiro e outro no eixo traseiro) que juntos garantem 283 cv, o que torna este superdesportivo com uma sugestiva alma de 899 cv e 1.280 Nm que o levam a chegar em 2,5 segundos aos 100 km/h. A sua autonomia em modo 100% eléctrico é de 19 km, por via de um pack de baterias de iões de lítio de 6.8 kWh.

 

Com tracção integral, o 918 Spyder combina o pedigree da tecnologia de corrida da marca com consumos reduzidos, uma aliança de argumentos que mostra, uma vez mais, que a marca sabe acompanhar as necessidades e tendências do mercado. Para a Porsche, este 918 Spyder contém o ADN dos desportivos do futuro, os quais já não se podem demitir da
eficiência energética como no passado.

 

O veículo usa a mesma arquitectura do RS Spyder Le Mans Prototype – LMP2 e uma carroçaria com muitos traços de semelhante com as do Carrera GT, ainda que as características duas saídas de escapes do 918, colocados atrás, ao nível da cabeça do condutor e do passageiro, por cima do motor, o tornem facilmente identificável.

 

Nos bastidores do nascimento deste 918 Spyder salienta-se o próprio afinco colocado na concepção dos pneus do automóvel, os quais foram propositadamente elaborados para este modelo por parte da Michelin: um total de 550 protótipos de pneus foram feitos e testados na fase de desenvolvimento do próprio veículo, aos quais se seguiram 400 protótipos de pré-produção e 200 exemplares de testes de produção. Isto antes dos responsáveis da Porsche darem o seu aval ao Michelin Pilot Sport Cup 2 nas dimensões 265/35 ZR 20 (eixo dianteiro) e 325/30 ZR 21 (eixo traseiro).

 

Deste icónico superdesportivo, foram criadas 918 unidades em 21 meses de fabrico. A maior parte dos exemplares foram escoados para os EUA (294 exemplares). Seguramente, este é um dos veículos mais exclusivos do mundo.

 

Este e outros modelos icónicos da Porsche podem agora ser vistos na exposição temporária “Porsche: 70 anos de evolução”, patente no Museu do Caramulo.

 

Veja a galeria em baixo com algumas das melhores imagens do Porsche 918 Spyder.

 

 

hm0a0795
dsc09129r
dsc09132r
14
dsc09157r
dsc09067r
dsc09127r
dsc09130r
dsc09152
dsc09145
dsc09144r
dsc09151
dsc09158
dsc09159
dsc09160
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
hm0a0795
dsc09129r
dsc09132r
14
dsc09157r
dsc09067r
dsc09127r
dsc09130r
dsc09152
dsc09145
dsc09144r
dsc09151
dsc09158
dsc09159
dsc09160
previous arrow
next arrow
Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube