Eventos 20 Set 2017

Cascais Classic Motorshow 2017 volta a surpreender

A 5ª edição da grande festa dos clássicos da Península Ibérica celebrou “O Futuro do Passado”. Durante três dias, dezenas de milhares de visitantes passaram pela vila de Cascais para ver de perto as mais belas máquinas vintage.
 
A vila de Cascais vestiu-se a rigor durante três dias para acolher dezenas de milhares de visitantes do maior encontro de automóveis clássicos da Península Ibérica. O Cascais Classic Motorshow, evento organizado pelo Automóvel Club de Portugal com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, reuniu mais de mil exemplares avaliados em mais de 50 milhões de euros.
 
Os mais belos e raros exemplares foram a votos no Concours d’ Élégance, um dos momentos mais altos do Cascais Classic Motorshow. Dos 65 candidatos, sagrou-se vencedor, “Best of Show”, o Lancia Lambda Limousine de 1928. A Lancia esteve em grande destaque, com dois dos mais importantes prémios entregues a emblemáticos modelos da histórica marca italiana. A avaliação que celebra o exemplar mais bem preservado com Prémio da Originalidade, encontrou no Lancia Stratos de 1975 um justo vencedor.
 
A tarefa do júri foi muito difícil, mas a do público também não foi fácil. Mas, quando se contaram os votos, a escolha foi clara: o Edfor de 1937, um dos mais belos automóveis de fabrico nacional, venceu o Prémio do Público, “Troféu Horácio González”.
 
Nas restantes categorias, a competição foi também muito disputada. O Volkswagen Type 21 de 1950 veio da Madeira para vencer a categoria dedicada ao Espírito Boxer.
 
O diminuto DKW 3=6 Monza foi o escolhido pelo júri internacional como o vencedor da categoria dedicada aos DKW/Auto Union e o esguio e elegante MG SA arrebatou o título dos anos 30, do mesmo modo que o Fiat 505 de 1925, assegurou o triunfo nos Vintage.
 
O belo e muito bem preservado Simca 8 Sport dominou os acontecimentos nos Sport pós-Guerra, enquanto o Porsche 356 SC garantiu o sucesso nos “Sixties”. O imponente Iso Grifo foi o preferido dos modelos dos anos 70 e o Cadillac 61 Coupe de 1941 foi o expoente máximo dos American Dreams, enquanto o Mercedes-Benz 190 SL de 1956 venceu a categoria dedicada a este belo modelo alemão.
 
Competição desportiva ao rubro
 
O Rally ACP Clássicos voltou a integrar o Cascais Classic Motorshow, dando mostras da sua vitalidade e competitividade. Mais de 65 equipas de especialistas em regularidade histórica, cumpriram um percurso inovador que os levou a Sintra e Mafra. A prova foi conquistada pela dupla Nuno Serrano/Alexandre Berardo, em Peugeot 205 GTI.
 
Também em competição estiveram os automóveis produzidos até 1930, que puderam mostrar a sua velocidade e resistência no já tradicional “Quilómetro Lançado”. Também aqui a Lancia conquistou o pódio e novamente com um Lambda, desta feita um belo Roadster que pertenceu ao II Conde de Vizela.
 
Mais de 600 carros em desfile pela Marginal
 
Se a grande festa estava centrada nos carros, o público também teve outras paragens. O Vintage Market, no Parque Marechal Carmona, reuniu automobilia, exposições, restauração e música ao vivo, com muitas ofertas para o público para reviver o glamour de outros tempos.

Vários figurantes vestidos à época animaram os visitantes, que teve ainda direito a vários concertos de jazz e música ligeira dos anos 50 e 60.
 
No domingo de manhã, mais de 600 clássicos desfilaram em cortejo desde a Marina de Cascais até Carcavelos. O Monumental Desfile encerrou em apoteose este evento único na Península Ibérica, organizado pelo Automóvel Club de Portugal com o apoio da Câmara Municipal de Cascais.
 


TAGS: Cascais Cascais Concours d'Elegance


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment