Cadillac de Salazar saíu à rua

Clássicos 26 Jul 2017

Cadillac de Salazar saíu à rua

Mantendo a sua premissa de que todos os automóveis se encontram em condições de circulação, o Museu do Caramulo leva constantemente os seus mais de 100 veículos à rua, para algumas voltas de manutenção, pelo menos uma vez por ano. Desta vez foi a vez do Cadillac Series 75, de 1947, que esteve ao serviço de antigo Presidente do Conselho de Ministros, António de Oliveira Salazar.
 
O histórico automóvel, que apesar do seu imponente tamanho, e dos seus 8 cilindros, tem um dos motores mais suaves e silenciosos de toda a colecção do Museu do Caramulo, fez uma primeira volta a circundar o museu, antes de subir até ao topo da serra onde parou no Cabeço-da-Neve para uma fotografia panorâmica.
 
Conhecida pelos seus luxuosos e possantes modelos, a americana Cadillac manteve em produção, entre as décadas de 30 e 80, chassis equipados com motores V8, dos quais a chamada Series 75 é a mais conhecida. Distintos entre si pelo tamanho e tipologia das carroçarias, e ainda pelo nível de equipamento, os modelos eram bastante populares junto da clientela mais abonada. No pós-guerra eram os automóveis de maior prestígio da indústria dos Estados Unidos da América, não sendo de admirar que, no ano de 1947, a Cadillac tenha produzido 59.436 unidades.
 
A Series 75 veio ocupar o espaço das anteriores séries 72 e 67, mais pequenas em tamanho. Com uma distância entre eixos de 3.500 mm, e uma carroçaria distinta das restantes produzidas pela marca, este modelo podia ser encomendado numa de cinco configurações Touring Sedan: com pequenos vidros laterais, com bancos adicionais de recurso; Business; Imperial de sete lugares ou de nove lugares.
 
Todas as versões eram equipadas com o anterior motor V8 de válvulas laterais, apresentado em 1938, com uma capacidade de 5,7 litros e 150 CV de potência. Em termos de equipamento, o Cadillac Series 75 contemplava no exterior saias laterais, capot e embaladeiras em aço inoxidável, enquanto no interior o equipamento era descrito como luxuoso.
 
Em 1947, o Estado Português mandou comprar dois automóveis Cadillac iguais: um para o Presidente da República – Óscar Carmona – e outro para o Presidente do Conselho de Ministros – Prof. Oliveira Salazar. Até essa altura, as viaturas oficiais estavam normalizadas nas marcas e modelos. Todos os Ministros dispunham de automóveis Packard Clipper, de oito cilindros, de sete lugares e os Secretários e Subsecretários de Estado de automóveis da mesma marca, mas de cinco lugares.
 
Desde então, e até à sua morte, Salazar usou sempre o Cadillac que lhe estava destinado, tendo recusado um Mercedes-Benz 600 adquirido pelo Ministério das Finanças, em 1968 (carro que hoje está na Presidência da República), por entender que o Cadillac continuava em bom estado e servia muito bem para o seu serviço oficial.
 
Em Abril de 1971, menos de um ano após a morte do Salazar a 27 de Julho de 1970, o Cadillac Series 75 foi vendido em hasta pública, sendo então adquirido, por João de Lacerda, para ser exposto no Museu do Caramulo. Curiosamente, o interior do modelo encontra-se em perfeito estado de conservação, por ter sido protegido com capas nos bancos, por ordem de Salazar.
 
Ficha técnica
1947 | EUA | 150 CV | 8 cil. | 5.675 c.c. | 3 vel. | 2.350 kg | 130 Km/h | Motor #21-501 | Chassis #3 420 872
 
Veja em baixo a galeria de imagens do Cadillac Series 75.
 

cadillac_salazar1
cadillac_salazar2
cadillac_salazar3
cadillac_salazar4
cadillac_salazar5
cadillac_salazar6
cadillac_salazar7
cadillac_salazar8
cadillac_salazar9
cadillac_salazar11
cadillac_salazar12
cadillac_salazar13
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
cadillac_salazar1
cadillac_salazar2
cadillac_salazar3
cadillac_salazar4
cadillac_salazar5
cadillac_salazar6
cadillac_salazar7
cadillac_salazar8
cadillac_salazar9
cadillac_salazar11
cadillac_salazar12
cadillac_salazar13
previous arrow
next arrow


TAGS: António de Oliveira Salazar Cadillac Museu do Caramulo


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment