Porsche Panamera Turbo S E-Hybrid: performance ecológica

Modernos 25 Fev 2017

Porsche Panamera Turbo S E-Hybrid: performance ecológica

A Porsche continua a alcançar elevados padrões de performances com vista a longo prazo. Com o novo Panamera Turbo S E-Hybrid, o construtor de veículos desportivos apresenta, pela primeira vez, uma versão plug-in como porta-estandarte da gama.
 
O motor 4.0 V8 do Panamera Turbo é combinado com um motor eléctrico, resultando nuns impressionantes 680 CV de potência máxima. Mesmo ligeiramente acima do ralenti, o Panamera Turbo S E-Hybrid tem disponíveis 850 Nm de binário. Com isto, a aceleração dos zero aos 100 km/h faz-se em apenas 3,4 segundos e consegue alcançar uma velocidade máxima de 310 km/h. A estratégia de entrega de potência às quatro rodas do Panamera é adoptada do superdesportivo 918 Spyder. No Novo Ciclo de Condução Europeu, a média de consumo de combustível é de 2.9 l/100 km e consegue deslocar-se em modo totalmente eléctrico durante até 50 quilómetros. O Panamera Turbo S E-Hybrid acentua a extrema importância da mobilidade eléctrica para a Porsche.
 
Conceito único de condução com um motor V8 e um motor eléctrico
 
Depois do sucesso na estreia do Panamera 4 E-Hybrid, que utiliza um motor V6 agregado a um motor eléctrico, a Porsche mostra mais uma vez que a tecnologia híbrida tem um enorme potencial de performance. O novo Panamera Turbo S E-Hybrid combina um motor eléctrico (136 CV) com um motor V8 (550 CV). O desacoplador instalado no módulo híbrido é de actuação electromecânica através de um actuador de embraiagem eléctrica (ECA), tal como no Panamera 4 E-Hybrid. O resultado é um tempo de resposta curto e um nível de conforto elevado. Tal como em todas as restantes versões da segunda geração, a rápida caixa Porsche Doppelkupplung (PDK) com oito relações é utilizada para transmitir a potência ao sistema de tração integral Porsche Traction Management (PTM).
 
As capacidades do E-Performance aceleram a berlina de luxo até aos 100 km/h em apenas 3,4 segundos e oferece uma extraordinária tração a velocidades mais elevadas. Combinado com a velocidade máxima de 310 km/h, significa que o Porsche Panamera Turbo S E-Hybrid coloca as referências ainda mais elevadas no seu segmento. O Panamera Turbo S E-Hybrid possui suspensão pneumática de série e oferece uma combinação única no seu segmento: o conforto de uma berlina de luxo combinado com as valências performances de um veículo desportivo.

 

p17_0007-panamera-turbo-s-e-hybrid-jpg
 
O motor eléctrico é alimentado através das baterias de iões de lítio refrigeradas por líquido com uma capacidade de energia de 14.1 kWh. Em seis horas, as baterias de alta voltagem integradas na traseira ficam totalmente carregadas com uma tomada de 10 A, via conexão de 230 V. Se o Panamera utilizar o carregador de bordo opcional de 7.2 kW e uma conexão de 230 V com 32 A, em vez do carregador de série de 3.6 kW, a bateria fica totalmente carregada em apenas 2,4 horas. O processo de carregamento também pode ser iniciado utilizando um temporizador através do Porsche Communication Management (PCM) ou da Aplicação Porsche Connect (para smartphones e Apple Watch). Além disso, o Panamera Turbo S E-Hybrid está equipado com o ar condicionado auxiliar para arrefecer ou aquecer o habitáculo mesmo durante o carregamento.
 
Combinação de três modos de condução: prestações de desportivo, conforto em viagens e eficiência
 
Performances, conforto e eficiência é uma combinação perfeita: o Panamera Turbo S E-Hybrid inicia no modo estritamente eléctrico “E-Power”, com o desportivo de quatro lugares a conseguir percorrer uma distância de até 50 quilómetros com zero emissões. Quando uma pressão específica no pedal do acelerador é ultrapassada, ou quando as reservas das baterias descem até um nível mínimo definido, o Panamera altera para o modo “Hybrid Auto”, altura em que a potência dos dois motores fica disponível. Os consumos no Novo Ciclo de Condução Europeu (NEDC) para híbridos plug-in fixa-se nos 2,9 l/100 km de combustível (66 g/km of CO2) e 16.2 kW/h/100 km de energia eléctrica.
 
Estreia com duas carroçarias
 
O novo porta-estandarte da segunda geração do Panamera será lançado no mercado europeu em Julho de 2017. Os restantes mercados terão que aguardar pela segunda metade deste ano. O Panamera Turbo S E-Hybrid faz a sua estreia mundial no Salão de Genebra (de 7 a 19 de Março, 2017). Desde o inicio da sua comercialização, o Gran Turismo de quatro portas também vai estar disponível na versão Executive, com uma distância entre-eixos aumentada em 150 milímetros.

 

p17_0008_a4_rgb_panamera-turbo-s-e-hybrid-executive-jpg
 
Como parte do equipamento de série, o Panamera Turbo S E-Hybrid tem incluidos os travões cerâmicos (Porsche Ceramic Composite Brake – PCCB), o Porsche Dynamic Chassis Control Sport (PDCC Sport) com Porsche Torque Vectoring Plus (PTV Plus), a direção assistida Plus e as jantes de 21 polegadas 911 Turbo Design. A oferta base também inclui ar condicionado auxiliar, elementos aerodinâmicos adaptativos e suspensão pneumática, incluindo o Porsche Active Suspension Management (PASM). A versão longa está equipada com o eixo traseiro direccional de série. Em Portugal, o preço do Panamera Turbo S E-Hybrid inicia-se nos 197.934 euros, e o Panamera Turbo S E-Hybrid Executive nos 211.833 euros, com impostos incluídos à data deste comunicado.


TAGS: Panamera Turbo S E-Hybrid


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment