Emoção regressou à Rampa Histórica Luso-Bussaco

Competição 12 Mai 2016

Emoção regressou à Rampa Histórica Luso-Bussaco

O Clube LusoClássicos realizou mais um evento carregado de emoção, a Rampa Histórica Luso Bussaco 2016, que no último fim-de-semana reuniu um magnífico leque de 88 veículos, 70 membros de organização, 15 veículos suplentes a aguardar lugar e um conjunto enorme de entidades.
 
Este ano a Rampa Histórica Luso Bussaco trouxe à bela Vila de Luso um variado leque de relíquias que aqueceram o asfalto ao longo de 2500m de pista. Com a chuva a ser também concorrente directa de todos, os 88 participantes e aptos para desfilar arduamente, mantiveram a sua rota definida colocando alguma cautela nas passagens iniciais.
 
Um desfile completo e agradavelmente ritmado preencheu os requisitos finais desta Prova Federada, colocando novamente, e após 45 anos, esta Rampa como uma referência ao nível nacional.
 
Nesta 5.ª edição contou com algumas referências nacionais e algumas estreias, entre eles o tão bonito Escort de Raul Aguiar que, após anos de trabalho, sai à rua e estreia-se na Rampa Histórica Luso Bussaco.
 
Após uns minutos largos de atenção, com um briefing bem intenso e sentido, sai para a estrada a primeira subida de treinos da Rampa Histórica. Subidas e descidas ocuparam aquele magnifico dia e com ele um misto de cultura desportiva associada, onde os responsáveis eram os veículos inscritos desde os anos 50 até aos dias de hoje: um verdadeiro cenário automobilístico, onde a marca LEXUS apoiou com a presença do LEXUS RC300T como carro “0”.
 
Reconhecimentos efectuados, seguiram-se as respectivas subidas cronometradas que fizeram o registo dos vencedores de Classes e Geral numa onde a Regularidade Sport e Rampa Regional eram rainhas.
 
O cenário ao longo do dia ganhou a sua forte característica compondo-se e diluindo-se numa grande massa humana. Parecia um “duelo” real entre as demais de 4000 pessoas que compunham o público e os 88 veículos que largavam o seu quê de desfile ao longo dos quase 3Km de subida.
 
Mesmo com a chuva a registar uma presença bem patente, o público manteve o seu lema e agiu como se um dia de sol se tratasse. Caracterizar esta Rampa poderia trazer um enorme conjunto de palavras que ajudariam a documentar todos os belos momentos do seu percurso, desde a simplicidade, à organização, passando pela fluência de subidas e culminando no contentamento de público e pilotos que encheram o Luso num verdadeiro local de cultura ao desporto automóvel. Mais do que uma Rampa, demonstrou-se a arte do bem-fazer, onde a amizade e simplicidade de todos mostrou o que realmente aconteceu:sucesso.
 
Desde Fiat, Ford Escort, Minis, Alfas, Datsun, Toyota, todos criaram um cenário belo de prazer onde os magníficos MK2 foram bem representados dando um apontamento de inovação ao longo do dia, que terminou com a vitória de Hugo Brito / Bruno Coelho _ Subaru Impreza GT na componente de Regularidade Sport e Raul Aguiar e Pedro Pereira no estreante Ford Escort MK2 na componente Rampa Regional.
 
Analisando todo o contexto de Rampa, e estando esta Prova sob égide da FPAK, assumiu-se uma posição de rigor e perfeita serenidade. A organização e articulação entre parque fechado e início da Rampa estiveram a altura e sempre bem articulados, impondo um ritmo verdadeiramente competitivo entre todos. Um dia que mereceu o destaque de todos e sempre sob o olhar atento de várias entidades e organizadores, referindo-se também o sempre profissionalismo da equipa do Automóvel Clube do Centro que liderou as cronometrareis.
 
De referir que o cruzamento de várias entidades apoiantes foi essencial e que sem elas nada seria efectuado. Enaltece-se a Câmara Municipal da Mealhada pela confiança e o acreditar, a Fundação Mata do Bussaco pela disponibilidade, as Infraestruturas de Portugal, a Junta de Freguesia de Luso, a Guarda Nacional Republicana, a Sociedade das Águas de Luso, as Caves Messias, a Adega CampoLargo, o Grande Hotel de Luso, o restaurante “O Cesteiro”, à AnilJanelas um conjunto de ajudas de várias entidade locais e com uma cobertura a cargo da Uakatá, que mais uma vez acompanham o Clube.
 
De salientar que este ano algo faltou, algo que muitos falaram mas que nada se poderia fazer, algo bem presente nos nossos corações e algo que jamais esqueceremos. Faltou um Ford Escort, um Escort laranja que em tempos fez espetáculo na Rampa Histórica, pilotado por Miguel Ângelo. Fica aqui uma homenagem a este amigo que, esteja ele onde estiver, certamente no viu e acompanhou.
 
A organização agradece a todos eles, aos moradores na Vila de Luso e a todos os Amigos que deram o seu contributo durante a orientação da prova. À persistência, dureza, postura e amizade o Clube LusoClássicos eleva todos os comissários ao seu máximo expoente.
 
Tempos Regularidade Sport
Tempos Rampa Regional
 
GERAL Regularidade SPORT
1 – Hugo Brito / Bruno Coelho _ Subaru Impreza GT _ (D16)
2 – Claudio Relvas / Custódio Bilelo _ Peugeot 306 GTI _ (D15)
3 –Nuno Eira / Rui Gil _ Mitsubishi EVO VII _ (D16)
 
GERAL Rampa Regional
1 – Raul Aguiar / Pedro Pereira _ Ford Escort MK2 _ (B7)
2 – Dino Almeida / Rui Lopes _ Opel Corsa A _ (D15)
3 – Raul Aguiar / Pedro Pereira _ Mitsubishi EVO VI _ (E19)*
4 – Tiago Prata _ Citroen AX GTI _ (D15)
*Classificado na terceira posição, Raul Aguiar e Pedro Pereira cedeu a sua posição a Tiago Prata que ocupava a quarta posição.
 
Texto: Clube LusoClássicos
Imagens: Clássicos na Pista



PARTILHAR:

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
jose anibal Recent comment authors
jose anibal
Visitante
jose anibal

Realmente o fotografo exagera porque será?????