As peripécias do VII Passeio Double Chevron Citroën

Eventos 29 Mar 2015

As peripécias do VII Passeio Double Chevron Citroën

O Clube Lusitano do Automóvel Clássico realizou o 64º evento nacional com o VII Passeio Double Chevron Citroën, organizado pela delegação das terras de Viriato em Viseu – Paulo Nunes e José Ribeiro.
 
Conforme solicitado pelos associados do Clube este evento dedicado aos modelos Citroen passou a estar aberto a todas as marcas desde 2014, permitindo assim que todos, mesmo sem Citroën, possam participar neste evento.
 
Assim, e embora se mantenha a tradição Citroën, este evento é hoje acima de tudo um passeio do Clube que anualmente, ainda no Inverno, leva os Associados até à região Dão-Lafões.
 
Desta forma e num dia muito complicado em termos climatéricos, com muita chuva e nevoeiro, os Antigos e Clássicos não deixaram de marcar presença na concentração em Viseu junto à Câmara Municipal, onde foram recebidos na Esplanada do Rossio com um lauto pequeno-almoço oferecido pelo Associado Joaquim Junior e esposa. Tendo a caravana vários participantes desde a Zona do Porto até Lisboa este pequeno-almoço foi muito retemperador. Entretanto ficava pelo caminho, com problemas de motor, Domingos Lessa que rodava tranquilamente o motor recém reparado do NSU Prinz de 1959. Já não chegou a Viseu.
 
Pouco depois foi o Vice-presidente, Fausto Machado, que começou a sentir o som de uma biela a bater no motor do seu 2 CV algo que não o impediu de fazer todo o percurso e ainda de chegar a S. Mamede de Infesta. Não deixa de ser impressionante que tal tenha sido possível.
 
Relatadas estas peripécias a caravana arrancou da CM Viseu em direcção à Serra de S. Macário tendo sido uma verdadeira aventura dado o muito mau tempo que se verificava, o imenso nevoeiro e a chuva intensa. Entretanto no início da subida o fio do condensador do Mini de Joaquim Junior soltava-se ficando o carro na estrada, algo que se resolveu no regresso da Serra.
 
Aquilo que se pretendia ser um excelente passeio com magníficas paisagens pela montanha acima acabou por se tornar quase num pesadelo mas que não impediu toda a caravana de chegar ao restaurante Salva Almas onde todos tiveram direito a usufruir da qualidade da gastronomia local.
 
Para terminar o evento e proceder à entrega de prémios tiveram a oportunidade de visitar o Museu pessoal do Associado Pioneiro Fundador Fernando Ribeiro, obra que resulta do trabalho de muitos anos no mundo automóvel possuindo uma colecção invejável e com margem para evoluir.
 
Em 2016 o Clube prevê repetir o evento exactamente nos mesmos moldes dadas as dificuldades que se verificaram este ano, esperando e desejando menos avarias e melhor tempo.
 
Entretanto o Clube realizou no passado dia 14 de Março a sua Assembleia Geral ordinária que foi muito participada e permitiu a análise e discussão dos temas que fazem a vida do Clube tendo sido tomada várias decisões muito importantes.



PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment