Clássicos 19 Dez 2013

“Barn find”, Lotus Mk6 português leiloado no eBay

A improvável descoberta do sexagésimo nono Mk6 a sair dos barracões de Hornsey, Londres, e possivelmente o primeiro a entrar no nosso país em 1955, começou com um email para um link de um leilão no eBay, e com um contacto que indicou a possível hipótese de alguém em Portugal estar na posse de um Lotus MK VI, o primeiro feito em série por Colin Chapman- um de apenas 110 fabricados, e por isso um dos seus poucos sobreviventes.
 
O ClubLotus procurou averiguar a possível verdade das informações e ao mesmo tempo a contactar o vendedor para saber mais detalhes. Estava em aberto para muitos tratar-se de um mero MG que havia corrido em Portugal na década de 50 com fracos resultados, sob o nome de Lotus-MG.
 
O automóvel havia sido alvo de uma tentativa de restauro por parte de um parente do vendedor, Joaquim “Kikas” Bessa, que acabou por desistir e guardá-lo. Numa visita de um cliente, também ele um apaixonado por Lotus, surge a hipótese de o amontoado de tubos ao canto da garagem ser de facto um Mk6, e é com base nessa hipótese sem nenhuma confirmação, que decide arriscar num leilão do eBay, que acabou por terminar com a oferta de 17,978.24 euros, por parte de um coleccionador da Califórnia, partindo para fora mais uma relíquia da história automóvel do país onde esteve quase 60 anos sem que quase ninguém se apercebesse do seu real valor e da sua importância para a história da marca no país.
 
A revelação do mistério
 
“Munidos de fotos e esquemas enviados de várias partes do mundo e de vários especialistas, as primeiras impressões não enganavam. Todos os tubos estão na posição correcta, todos os detalhes que o tornam num carro de corrida estão lá e eu podia até esquecer as modificações bárbaras feitas durante os anos. A antepara foi fortemente modificada, mas os restantes painéis são muito próximos do original. Toda a secção traseira está muito próxima do original, e quanto ao nariz parece feito a partir de um Austin Healey Sprite. O chassis é muito sólido, sem ferrugem visível e todos os pontos de ancoragem são sólidos. Cada vez mais acreditávamos que poderia mesmo ser “the one”. Faltava o detalhe fundamental, o que separa o sonho da realidade, o número de chassis. Munidos de lixa atacamos a pequena peça metálica frontal e depois de alguns segundos ele ali estava! MK6 69! O sexagésimo nono Mk6 a sair dos barracões de Hornsey, Londres. Não havia muitas dúvidas, este era um Mk6 original, muito possivelmente o primeiro Lotus a entrar em Portugal no ano de 1955.”
 
“Voltando ao nosso curioso 69, nessa noite tirei algumas fotografias que me ajudariam a clarificar qualquer dúvida existente junto dos especialistas. E após análise das mesmas, mais uma surpresa extremamente agradável sobre o carro. Não só era um potencial Mk6, como poderia ser um dos 3 únicos carros comissionados por Peter Gammon, ex-piloto official de Chapman! Segundo Charles Helps:
 
“The interesting bit for me is the rear suspension:  the top A-frame and twin short radius rods were only used on three cars that I know about and two of them were Peter Gammon’s.  The other car, built about the same time as yours, was chassis 71 – with a lightweight rear end which the Portuguese chassis doesn’t have.  I need to do a bit more research on this but Joaquim’s chassis may be another Gammon one.”
 



PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment