Metosul: Do ferro ao plástico, de Portugal à Europa

Automobilia 30 Jun 2013

Metosul: Do ferro ao plástico, de Portugal à Europa

Nos arredores do Porto mais propriamente em Espinho. Dois jovens irmãos Manuel Henriques (1886-1954) e Artur Henriques (1892-1965) decidem criar na sua terra natal no período entre as duas guerras mais propriamente em 1931 uma fábrica de plásticos à qual deram o nome de Luso-Celuloide. Inicialmente com oito empregados dedicam-se ao fabrico de bijuterias e quinquilharias.
 
Posteriormente devido à necessidade de como em qualquer indústria preencher períodos de menor laboração e para fazer um maior aproveitamento do material rejeitado, dedicam-se ao fabrico de brinquedos em plástico: bonecas, carros, soldados, motas…
 
Na década de 50, dá-se a saída de um dos irmãos da sociedade para criar uma nova empresa também em Espinho, no fabrico de brinquedos. Nasce a marca “Hércules”. Nessa altura a empresa Luso-Celuloide cria a designação Osul (Luso lido ao contrário) e continua o fabrico de brinquedos em plástico.
 
Em meados da década de 60 à medida que começaram a dominar a técnica dos moldes em metal lançam no mercado um novo tipo de brinquedos: Nasce os Metosul. O nome foi escolhido em detrimento de Lusomet, ambos os nomes ligados à imagem da empresa sendo o primeiro mais actual e de mais fácil pronuncia.
 
Um dos primeiros modelos da Metosul a aparecer no mercado foi o VW 1200, mais conhecido como o carocha. Sendo a versão da polícia a mais (im)popular pois na altura era o carro que a PSP utilizava nas rondas e do qual a garotada fugia, com os calcanhares a bater no rabo quando eram vistos a jogar à bola na rua ou a andar em carrinhos de rolamentos.
 
O primeiro carocha da Metosul é uma miniatura de um só corpo metálico, acoplado a uma base também metálica (com dois escapes) ao qual é rebitado. As suas características são: Óculo traseiro oval (posteriormente passou a rectangular). Sem plástico a fazer de janelas, mas possuindo interiores. As jantes eram lisas em metal (idênticas aos modelos da Corgi da década de 60) e com pneus em borracha com rasto. Os pára–choques tinham batentes. A caixa era azul (sem janela) com o desenho do carro pintado de uma forma colorida, as tampas eram em amarelo. A semelhança com o modelo da Dinky Toys é enorme.
 
Praticamente todos os modelos foram “clonados” de modelos já existentes sabendo-se recentemente através de um antigo gerente que a fábrica copiava moldes de outros fabricantes sem licença dos mesmos. Limitando-se a fazer algumas pequenas alterações.
 
Outro dos primeiros modelos fabricados pela Metosul foi o Citroën DS 19 (cópia fiel do modelo da Corgi-Toys que foi descontinuado em 1965). Este modelo apareceu na escala 1/47 e graças ao seu design continua a ser um dos mais procurados.
 
Do grupo das primeiras miniaturas consta também o Mercedes-Benz 200 que teve na versão de taxi (verde e preto) a sua maior produção, tanto com a letra A de aluguer como na versão de cidade. Este modelo sofreu algumas alterações através dos tempos sendo de salientar as alterações a nível da grelha frontal. Modelo muito semelhante ao do fabricante alemão Gama.
 
O Alfa Romeo Giulietta descapotável foi um modelo em tudo idêntico ao do fabricante francês, Solido. O Renault Floride e o Mini 850 imitavam os da Corgi Toys e o Volvo P 1800 (que foi o modelo escolhido para a série de TV “O Santo” devido a Jaguar não ter o modelo “E” disponível) foi copiado da Tekno.
 
Ainda de salientar o Peugeot 204, primeiro modelo a abrir o capot que geralmente nos ficava nas mãos. Pura coincidência a Dinky Toys francesa já tinha fabricado este modelo uns anos antes.
 
Neste primeiro período a Metosul primava por as suas miniaturas trazerem um nível razoável de detalhes: piscas, faróis, puxadores de portas e frisos pintados à mão.
 
A fábrica inicialmente vendia só para o mercado nacional, mas dedicou-se mais à exportação a partir do momento em que encontrou um distribuidor para toda a Europa, situado na Holanda. Tratava-se de Leslie Bath, um anglo-holandês dono da Replicars, que vinha várias vezes por ano à fábrica de Espinho, dar pareceres técnicos acerca dos modelos e fez com que a metosul viesse a estar presente na feira de Nurenberga, naquela que se considera a “Meca” dos fabricantes de brinquedos.
 
Começou-se a pintar alguns modelos a duas cores inclusive a caravana que era idêntica à da francesa C.I.J. A Mercedes e a Citroën tiveram uma versão táxi holandesa em amarelo e laranja, cores dos taxis de Amsterdão. Quase todos os modelos tiveram uma versão: Policia, Police, Polis, Polizei ou até mesmo japonesa.
 
Modelos Metosul produzidos:
1 – Renault Floride
2 – Citroën DS 19
3 – Alfa Romeo Giulietta Desc.
4 – VW Carocha
5 – VW Carocha Policia
6 – VW Carocha GNR BT
7 – VW Carocha GNR
8 – Morris Mini Cooper
9 – Mercedes-Benz 200
10 – Mercedes-Benz Taxi
11 – Volvo P1800
12 – Rolls Royce 1907
13 – Mercedes-Benz Taxi “Aluguer”
14 – Renault R16
15 – Renault R16 Taxi
16 – Renault 16 “Aluguer”
17 – Volvo P1800 Police
18 – Volvo P1800 GNR
19 – Caravana
20 – Citroën DS 19 Taxi
21 – Citroën DS 19 “Aluguer”
22 – Citroën DS 19 Police
23 – Autocarro Leyland Carris
24 – Peugeot 204
25 – Mercedes-Benz Policia
26 – Camião Mercedes-Benz 1113
27 – Mercedes-Benz 200 Militar
28 – Camião Cisterna Mercedes-Benz SACOR
29 – Camião Cisterna Mercedes-Benz SONAP
30 – Mercedes-Benz 200 Polizei
31 – Peugeot 204 Taxi
32 – Peugeot 204 Taxi “Aluguer”
33 – Autocarro Leyland STCP
34 – Autocarro Leyland SMC
35 – Autocarro Leyland
36 – Autocarro Leyland Carris (Gazcidla)
37 – Mercedes-Benz 1113 EGT
38 – Mercedes-Benz 1113 E.P.
39 – Mercedes-Benz 1113 GNR
40 – Mercedes-Benz 1113 Policia
41 – Mercedes-Benz 1113 JAE
42 – VW Transporter 1/66
43 – Citroën DS 19 com Caravana
 
Texto: Álvaro Silva
Agradecimento especial a José Andrade
Imagens: Museu do Caramulo e Vectis Auctions
 

Classificados

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Alexandre Basto Recent comment authors
Alexandre Basto
Visitante
Alexandre Basto

Também há o Citroen DS 19 Bombeiros (Comando)

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube