Riva Tritone

LifeStyle 02 Abr 2013

Riva Tritone

Quem anda metido nisto dos veículos de coleção sabe que o universo motorizado é muito mais amplo do que os automóveis e motos antigas. Existem igualmente os barcos que constituem um nicho extraordinário, mas não menos fascinante. Hoje aproveitamos o facto da RM Auctions realizar mais um leilão em Villa d’Este em Maio próximo para lhe apresentar um lote muito especial. Por entre os Ferrari, Bugatti, Rolls-Royce, surge um Riva Tritone ‘Speciale’ com motor Cadillac, comnstruído em 1960.
Se existe um estilo de vida bastante peculiar que se refletiu nas décadas de 50 e 60, denominada tão bem de Dolce Vita, então as criações de Carlo Riva e dos seus barcos a rasgarem as águas do Lago Iseo fazem parte desse cenário edílico. Construídos à mão e fabricados em madeiras nobres, os barcos Riva serviram a personalidades tão distintas como Brigitte Bardot, Peter Sellers ou Sofia Loren numa época em que o estilo estava bastante associado a linhas elegantes, mas ao mesmo tempo desportivas.
Achille Roncoroni era um industrial de Como e um astuto marinheiro, que chegou mesmo a representar Itália nos Jogos Olímpicos na modalidade de Vela no ano de 1948.
Além de gostar de velejar, o magnata era igualmente um cliente habitual de Carlo Riva e assim sendo encomendou-lhe aquele que seria o Riva mais rápido até então construído, tendo como base de trabalho o topo de gama Tritone. Curiosamente este foi o derradeiro modelo fabricado pela Riva que em 1960 desapareceu do mercado náutico.

O Tritone ‘Speciale’ Cadillac

O Tritone “Speciale”, foi chamado pelo seu proprietário de Ribot III, que depressa se apaixonou pelo seu novo brinquedo. Com os seus 8.3 metros de comprimento, esta embarcação foi equipada com um motor V8 com 325 CV do Cadillac Crusader Marine que na altura era a proposta mais rápida existente no mercado.
O barco recebeu melhoramentos vários ao nível de interiores, com cores que passavam do azul, ao vermelho e branco. O motor tinha um acabamento em vermelho, ao invés do tradicional azul.
Em termos de prestações, este Riva chegou mesmo a atingir os 650 cv, em testes realizados pelo piloto de testes da marca, ainda antes da entrega ao novo proprietário.
Ainda antes do barco ser vendido ao seu atual proprietário na década de 70, o Riva atingiu uma velocidade de 96Km/h, um marco extraordinário para um valor conseguido na água do Lago Como.
Esta verdadeira pérola da industria náutica irá a leilão por um valor que oscilará entre os €550,000 e os €750,000.

Texto: Redação
Imagens: Henri Thibault ©2013 Courtesia de RM Auctions



PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment