Ferrari Hydroplane 'Arno XI'

Clássicos 28 Nov 2012

Ferrari Hydroplane ‘Arno XI’

O Ferrari dos mares

Quem pensa que a Ferrari nunca esteve envolvida em outros projectos que não fossem a F1, provas de endurance e a produção dos mais belos carros do mundo, desengane-se. A febre da velocidade nos anos 50 era uma realidade, quer fosse em terra, no ar ou mesmo no mar. Naturalmente que Itália, estando envolta por uma extensa massa de água não foi a excepção à regra e assim sendo, era natural que os pequenos e grandes construtores motorizados se envolvessem também no universe da motonáutica, uma vez que nessa época havia uma enorme afinidade entre as provas de velocidade em água e o desporto motorizado automóvel.
Surge desta forma o Arno XI, daquele que é possivelmente o mais conhecido barco de competição de todos os tempos. Desenvolvido por Achille Castoldi, este verdadeiro monstro marinho foi igualmente apadrinhado e desenvolvido por Alberto Ascari e Luigi Villoresi que entre os anos de 1952 e 1953 convenceram Enzo Ferrari a ceder-lhes um motor do Ferrari 375 para equipar a embarcação. Claro que o “velho” estava com a sede toda de bater a Maserati, liderada pela família Guidotti não só nas pistas, mas agora também em águas menos turvas, daí que tenha dado o seu aval a este projecto.

O Recorde

Com mais de 600 bhp, o Arno XI com motor V12 do 375, recebeu a designação de G.P. 52/1 “Nautico” e a 15 de Outubro de 1953 bateu o recorde mundial de velocidade, ao chegar aos 241.708 km/h. Ainda hoje este recorde se mantém na sua classe.
Curiosamente, esta embarcação foi depois vendida ao engº Nando dell’Orto que continuous a competir com este exemplar, alterando-lhe a sua forma, nomeadamente no nariz da embarcação e na popa.Este barco foi a leilão em Maio passado.

Texto: Redação
Fotos: Silvano Maggi© Cortesia de RM Auctions e do proprietário



PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment