Klassikstadt em Frankfurt

LifeStyle 12 Nov 2012

Klassikstadt em Frankfurt

A região de Frankfurt na Alemanha é repleta de veículos históricos, mas a verdade é que os proprietários deste tipo de veículos daquela localidade encontravam até há bem pouco tempo atrás algumas dificuldades.
Não tinham espaço para estacionar os seus veículos – fosse verão ou inverno – muitos não possuíam conhecimentos técnicos para os manter a rolar sempre que o desejassem, e havia mesmo quem necessitasse de um espaço próprio para realizar o seu investimento nesta área que é o mundo dos veículos antigos.
Foi com esta ideia em mente que um grupo de investidores adquiriu uma antiga fábrica de máquinas agrícolas, restaurou o edifício e dotou-o com as mais modernas exigências europeias ecológicas, ao mesmo tempo que contribui para a preservação da História Motorizada.
Nascia assim o conceito Klassikstadt, um espaço bastante agradável com 16.000 m2, onde se pode encontrar de tudo um pouco que esteja relacionado com o mundo dos veículos clássicos. Façamos de conta que a crise em terras lusitanas já passou e que até a Dona Merkel nos deixava importar uns “carrinhos lá da sua terra”. Chegamos ao Klasikstadt e ficamos maravilhados com a imponência do edifício construído em 1910 e que agora está completamente recuperado. Enquanto tomamos um breve café no átrio do edifício, apercebemo-nos que o agente da Porsche tem um espaço próprio no Klassikstad, o que nos inspira logo uma confiança extra. Porém, a marca germânica não vende ali nenhum Bosxter S ou Cayman Panamera. Aqui respira-se o “cheiro a gasolina” em que os carburadores eram os verdadeiros reis. Por isso, a presença da Classic911 é mais do que justificada aqui no Klassistad e por exemplo, o proprietário do mais exclusivo 911 pode encomendar o item que tanto necessita para concluir o restauro do seu carro, ou encomendar se preferir um kit de potência extra.
Mas voltemos à nossa visita ao Klassikstadt e ao objectivo de trazer um carro connosco. A recebermos está um guia para efetuarmos esta visita que nos informa que podemos igualmente optar por circular livremente pelo edifício. Optamos pela segunda opção para podermos fotografar mais facilmente áreas que de outra forma poderiam ser reservadas…
No piso térreo surge desde logo uma enormidade de viaturas para venda. Todas elas se encontram abertas para podermos entrar, analisar e verificarmos o seu estado. Para experimentarmos algum carro, temos que efetuar uma simples marcação com o funcionário do Klassikstadt, isto caso o encarregado da empresa vendedora não esteja de momento presente no edifício. Só assim se poderá fazer negócio, o que nos parece ser uma boa forma de apresentar um veículo.

Multiplos serviços

Através da nossa visita ao gigantesco espaço, apercebemo-nos que para além de funcionarem aqui verdadeiras escolas de restauro automóvel, surgem igualmente pequenas empresas que podem dar “uma mãozinha” ao restauro de qualquer veículo. Seja o bate-chapas, o mecânico ou mesmo um ourives, de tudo se pode encontrar naquele espaço.
Subimos ao piso intermédio do edifício e mais carros para venda e outros simplesmente estacionados, atrás de grandes áreas vidradas. Esta última zona é dirigida aos estacionamentos por períodos de tempo previamente definidos, mas cujos proprietários podem vir buscar os seus carros quando assim o entenderem, seja para alinharem num simples passeio pela região ou para levarem o carro a uma das excelentes feiras que existem na Alemanha. Quanto à variedade dos modelos expostos, esta é bastante diversificada, com alguns Ferrari, Ford GT40 e vários veículos germânicos a distinguirem-se dos demais. Algumas áreas têm motos antigas estacionadas ao lado ou atrás dos carros.
Imaginemos que adquiríamos um Fiat 500 Abarth e necessitávamos de sair com ele passado algum tempo do Klassikstadt. Após o testarmos nas imediações do edifício e fecharmos negócio com a empresa vendedora (ou mesmo um qualquer particular), necessitaríamos da tão necessária inspeção. Para isso, existe um centro de inspeções no próprio edifício de modo a facilitar a vida a todos aqueles que têm ali os seus veículos. O carro passa na IPO (no caso alemão TUV) e de seguida dirigíamos para uma empresa de seguros especializados, onde o nosso carro seria avaliado. Claro que necessitaríamos de uma matricula de exportação e a existência de uma empresa especializada no Klassikstadt é uma mais valia para o negócio global que são os clássicos.
Quem optar por visitar simplesmente o Klassikstadt, poderá fazê-lo de 2ª a Sábado, entre as 10 e as 20horas, ou em alternativa ao Domingo entre as 10 e as 18h. O Klassidtsadt está localizado a leste de Frankfurt, na área de Rhine-Mains, a apenas a 21 km do Aeroporto de Frankfurt.
Mais informações através do site www.klassikstadt.de

Texto: Tiago Carvalho Alves
Imagens: TCA e Klassikstadt



PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment