“Urban Outlaw”, o documentário sobre Magnus Walker, estreou em Londres

Clássicos 03 Out 2012

“Urban Outlaw”, o documentário sobre Magnus Walker, estreou em Londres

São apenas 3 as personagens humanas no documentário “Urban Outlaw” do realizador canadiano Tamir Moscovici, acerca de Magnus Walker – o “restaurador rebelde” que transformou um passatempo numa obsessão e essa obsessão num negócio: o próprio Magnus, a sua namorada Karen Caid e Tamir Moscovici. Todas as outras personagens são carros, os Porsche 911 refrigerados a ar que Magnus restaura e reconstrói na sua oficina perto de Los Angeles, “segundo o espírito de Ferdinand Porsche, mas com um carácter próprio”. “Urban Outlaw” estreou na semana passada em Londres, como parte integrante do Raindance London Film Festival, com lotação completamente esgotada.
Pela forma como se apresenta, Magnus Walker não será o tipo de pessoa que imaginamos de imediato quando pensamos em aficionados de automóveis Clássicos, mas talvez seja essa a origem do interesse que tem reunido nos últimos anos sobre o seu trabalho e que culminou com a realização deste documentário.
Nascido em Inglaterra em 1967, Magnus apaixonou-se pelo 911 com apenas 10 anos, quando o pai o levou ao Salão Automóvel londrino, em Earls Court. Foi ali que o Porsche 930 Turbo com as riscas da Martini se tornou no seu carro de sonho, de tal maneira que Magnus acabou por escrever para a Porsche propondo-se como designer! Surpreendentemente, recebeu uma resposta estimulante: “quando fores mais velho, volta a contactar-nos”. Já a morar na California, com 25 anos, Magnus compra o seu primeiro 911 e passados praticamente 20 anos, depois de ter adquirido mais de 40 daqueles automóveis, acaba por se envolver no negócio da personalização e restauro, acabando por desenvolver um estilo alternativo muito próprio, integrado num movimento “underground” de “tunning-revival” vigente no sul da California, que podemos descrever como o equivalente ao “Café-Racer” europeu, mas específico para a comunidade de Volkswagen e Porsche.
Mais informações em www.magnuswalker911.com

Texto: Jornal dos Clássicos
Imagem: Magnus Walker



PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment