BMW Active Tourer mostra motor de 3 cilindros em Paris

Modernos 18 Set 2012

BMW Active Tourer mostra motor de 3 cilindros em Paris

Enquanto a Mercedes-Benz abandona o conceito monovolume no seu Classe A – aproximando-se do formato do Série 1 de Munique – a BMW escolhe precisamente este formato para apresentar toda uma gama de soluções inovadoras para o segmento premium compacto. Neste estudo, denominado Active Tourer, a BMW apresenta uma “combinação renovada de conforto e funcionalidade”, com estilo e desempenho dinâmico, facultados por um sistema de propulsão híbrido “plug-in” aliado a um motor de 3 cilindros turbo comprimido e 1,5 litros a gasolina, que debita 190 cv e 200 Nm de binário máximo, capaz de acelerar dos 0 aos 100 Km/h em menos de 8 segundos. Mas a grande novidade reservada pela BMW para o Salão automóvel de Paris, é que este é o primeiro primeiro automóvel da sua história no qual o motor a combustão se encontra conectado às rodas da frente – já que, neste caso o motor elétrico se encontra ligado ao eixo traseiro. Assim, ainda que na realidade se trate de um modelo com tração integral, historicamente trata-se de um marco importante para a BMW, uma vez que o motor de combustão deixa de ter o papel preponderante na propulsão do veículo, sendo “relegado” para o eixo da frente. Com uma autonomia superior a 30 km, em modo totalmente elétrico, será sobre o eixo traseiro que recai a tração na maioria das tarefas do dia-a-dia. Com 4,35 metros de comprimento, 1,83 m de largura e 1,56 m de altura, este Active Tourer é apresentado como familiar versátil com espaço para cinco passageiros, de baixo consumo, com uma média de 2,5 litros por cada 100 km percorridos e emissões de CO2 inferiores a 60 g/km.
Mais informações em www.bmw.com

Texto: Jornal dos Clássicos
Imagens: BMW



PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment