Os modelos mais caros de Monterey

Mercado 23 Ago 2012

Os modelos mais caros de Monterey

No rescaldo da frenética semana de mais uma edição da Pebble Beach Automotive Week, é tempo das leiloeiras apresentarem os seus resultados de vendas e as listas dos modelos que atingiram os valores mais elevados. De uma forma geral, a satisfação é o sentimento reinante, com todas as todas as leiloeiras envolvidas a considerar este ano como o melhor de sempre, quer em relação à quantidade de lotes vendidos, como em relação aos preços (e correspondentes comissões) de venda. No caso da Mecum Auctions, o crescimento foi mesmo de uns estrondosos 65% em relação aos números de vendas do ano passado. Começemos então pela leiloeira “oficial” do Concours d’Elegance de Pebble Beach, a Gooding & Company, que comunicou à imprensa mundial um valor total de vendas superior a 60 milhões de Dólares e 90% dos 68 lotes vendidos, com os seguintes modelos a atingir o top de vendas:

– Mercedes-Benz 540 K Special Roadster, de 1936 = $11 770 000
– Ferrari 250 GT LWB California Spider Competizione, de 1960 = $11 275 000
– Ferrari 250 GT LWB California Spider Prototype, 1957 = $6 600 000
– Ferrari 857 Sport, de 1955 = $6 270 000
– Bentley 4 1/2 Litre Le Mans Sports “Bobtail”, de 1928 = $6 050 000

Para a leiloeira canadiana RM Auctions, o valor total de vendas foi superior a 95 milhões de Dólares, com 88% dos lotes vendidos, representando um aumento de 20% face ao volume de negócios do ano anterior. Foram os seguintes os cinco modelos mais caros:

– Ford GT40 Gulf/Mirage, de 1968 = $11 000 000
– Ferrari 250 GT SWB California Spyder, de 1962 = $8 580 000
– Ferrari 410 S Berlinetta, de 1955 = $8 250 000
– Ferrari 250 GT LWB Berlinetta “Tour de France”, de 1956 = $6 710 000
– Horch 853A Special Roadster, de 1938 = $5 170 000

Tirando partido da incomparável reunião mundial de colecionadores, também a leiloeira britânica Bonhams realizou a sua 15ª venda em Monterey, com um volume de vendas de 13 milhões de Dólares. Dos mais de 300 lotes – onde, para além de motos e automóveis se incluía uma extensa coleção de livros e automobilia – no seu top de vendas incluem-se os seguintes modelos:

– Ford GT40, de 1966, ex-Filipinetti/Dominique Martin Team ZITRO = $2 205 000
– Lola T70 MkII GT Coupe, de 1966, ex-Mecom/Simoniz Racing/Ron Grable = $324 000
– Crocker V-Twin “Small Tank”, de 1937 = $302 000
– Crocker V-Twin “Big Tank”, de 1940 = $302 000
– Ferrari 330 GTC Berlinetta, de 1967 = $299 800

Para a Russo and Steele, o volume total de vendas foi superior aos 10 milhões de Dólares, com o seguintes modelos a atingir os valores de venda mais elevados:

– Shelby Cobra 289 Roadster, de 1965 = $781 000
– Ferrari 365 GTB/4 Daytona Coupe, de 1972 = $379 500
– Ferrari Dino 246 GTS Targa, de1972 = $363 000
– Alfa Romeo Sprint Veloce Ultra Light Coupe, de 1956 = $302 500
– Ferrari Dino 246 GTS, de 1974 = $247 500

Finalmente a Mecum Actions apresentou um volume total de vendas da ordem dos 34 milhões de dólares, nesta que foi apenas a sua 4ª presença em Monterey, como referimos com um crescimento 65% face ao ano passado. Foram os seguintes os modelos a atingir o topo da tabela de vendas:

– Porsche 917/10 Spyder, de 1972, Campeão do Can-Am, ex-George Follmer = $5 830 000
– Simplex 50 Speedcar Roadster, de 1908 = $2 014 000
– Ferrari 365 GTB/4 Daytona Spider, de 1972 = $1 113 000
– Porsche 911 RSR IROC, de 1974, ex-Emerson Fittipaldi = $927 500
– Porsche 962, de 1987, Bob Akin Racing Coca-Cola/Yokohama = $874 500

Texto: Jornal dos Clássicos
Imagens: Gooding & Company, RM Auctions, Bonhams, Russo and Steele, Mecum Actions

Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube