McLaren F1 GTR 'Longtail', de 1997, levado a leilão pela Bonhams

Mercado 17 Jul 2012

McLaren F1 GTR ‘Longtail’, de 1997, levado a leilão pela Bonhams

O McLaren F1 GTR ‘Longtail’, de 1997, que correu com as cores da equipa Gulf Davidoff, vai ser levado a leilão, pela Bonhams, no fim de semana de 16 e 17 de Agosto, em Carmel, na California. Com o chassis número 028R, este foi o 28º McLaren F1 GTR produzido pelo construtor britânico em Woking, Surrey, sendo um dos últimos dez carros de carroçaria longa – da família F1 GTR que venceu Le Mans em 1995 – a ser fabricado. Em 1997, este 028R participou nas corridas de 4 horas do campeonato FIA GT, no Nürburgring, A1-Ring na Áustria, Spa-Francorchamps, Donington Park e Mugello, nas corridas de 3 horas de Sebring e Laguna Seca e 1000 kms de Suzuka. Foi conduzido nessas corridas por Andrew Gilbert-Scott, Geoff Lees, Anders Olofsson e John Neilsen, terminando em sexto lugar em Suzuka e Laguna Seca, em sétimo em Donington e em décimo lugar em Sebring.
Como um dos últimos exemplares daquele modelo, o McLaren F1 GTR ‘Longtail’ ‘028R’ incorpora todas os conhecimentos adequiridos durante essa bem sucedida época na competição e constitui hoje um dos mais exclusivos carros de corrida disponíveis no mercado.
Originalmente concebido por Gordon Murray, o McLaren F1 foi apresentado pela primeira vez ao público em 1992, no Mónaco, incorporando muitas soluções técnicas provenientes da vasta experiência tanto de Murray como da McLaren na Fórmula 1. Foi o primeiro carro de produção em série a utilizar um chassis fabricado em fibra de carbono reforçada com plástico, com pontos de fixação para a suspensão em alumínio e magnésio.
A sua singular disposição de três lugares – com o condutor sentado na posição central e os passageiros ligeiramente atrás – era um sonho de juventude de Murray e dava ao piloto um melhor campo de visão, para além de conferir ao carro uma óptima distribuição de pesos.
O motor desenvolvido pela BMW para o McLaren F1 foi o V12 de 6064 c.c. que desenvolvia 618 cv às 7400 rpm e 651 Nm de binário às 5600 rpm. A caixa manual de 6 velocidades foi desenvolvida pela Weismann e possui uma embraiagem de 3 discos de carbono.
Como referimos, o McLaren F1 GTR venceu as 24 Horas de Lemans em 1995, com Yannick Dalmas, J.J. Lehto e Masanori Sekiya ao volante, da equipa britânica Kokusai Kaihatsu Racing. Foi produzido entre 1992 e 1998 num total de 106 unidades, das quais 64 foram versões de estrada. Em 1998, o McLaren F1 estabeleceu o recorde para o carro mais rápido do mundo, ao atingir 391 km/h, sem limitador de rotações. Continua a ser o carro com motor naturalmente aspirado mais rápido do mundo, a demorar 3,2 segundos para atingir os 100 km/h.
Mais informações em www.bonhams.com

Texto: Jornal dos Clássicos
Imagens: Bonhams



PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment