Os portugueses no Le Mans Classic 2012

Eventos 03 Jul 2012

Os portugueses no Le Mans Classic 2012

Ao contrário do que acontece na prova das 24 Horas Le Mans, as corridas no Le Mans Classic decorrem durante 24 horas, mas não para todos os carros ao mesmo tempo. O formato encontrado pela organização – a cargo da Peter Auto, de Patrick Peter – para suavizar a dureza da prova de resistência foi o de colocar em pista 6 grelhas de automóveis organizados por épocas, em periodos de cerca de uma hora, em 3 etapas durante dois dias, com pequenos intervalos entre cada etapa de de 15 a 20 minutos. Será este o cenário que espera os sete pilotos portugueses que estarão presentes, no próximo fim de semana, na 6ª edição do Le Mans Classic, de 6 a 8 de Julho.
Depois de ter visto, muito por acaso, a possibilidade de inscrição, Luís Sousa Ribeiro estará pela primeira vez em Le Mans, ao volante do seu Riley TT Sprite de 1938, na grelha 1. A dividir consigo a tarefa estarão os seus convidados Alberto Velez Grilo e Pedro Pitta. “‘Vamos a Le Mans com o meu Riley?’ A resposta demorou meio segundo: ‘sim’” refere Luís Sousa Ribeiro em entrevista ao Jornal dos Clássicos, que publicaremos na integra na próxima 5a Feira. A Fabela Sport foi a responsável revisão completa do Riley, cujo motor se apresentava em muito bom estado. A primeira aventura desta equipa terá início com uma etapa entre as 20:25 e as 21:30 de Sábado e na madrugada de Domingo, entre as 4:15 e as 5:15. A última etapa será entre as 12:05 e as 13:05 já de Domingo.
Carlos Barbot, leva a Le Mans o seu LOLA T280-HU3 de 1972 que costuma usar no circuito do Porto. Não sendo um estreante na prova, e embora contando com quatro participações (apenas tendo falhado a primeira), nunca conseguiu terminar a prova, reservando para este ano essa esperança. “Nunca consegui chegar ao fim das três mangas e é disso que se trata, de chegar ao fim das três mangas de Le Mans. Este ano, vamos ver se tenho mais sorte e se consigo acabar”. Este ano a guiar sozinho, na grelha 6, Carlos Barbot terá pela frente 3 etapas de prova: das 18:50 às 19:50 de Sábado, das 3:00 às 4:00 da madrugada de Domingo e finalmente entre as 10:45 e as 11:45 de Domingo.
A grelha 4 conta com duas representações portuguesas em Ford GT 40 de 1965: Diogo Ferrão e Rui Macedo Silva.
Como nos conta o próprio Diogo Ferrão, vai mais ter uma vez a sorte de conduzir “o seu carro favorito” em Le Mans, naquela que é a sua terceira participação na prova.
Depois de em 2008 ter dividido o volante de um Porsche 911 ST 2,3 com o pai, Manuel Ferrão, e de ter ficado no 3º lugar da geral na última edição, em 2010, o piloto de 26 anos prepara-se agora para levar à vitória o Ford GT40 com o chassis 1022, que foi de Carlos Gaspar. Os horários de pista para a grelha 4 são os seguintes: Sábado, das 16:10 às 17:15; Domingo das 00:20 às 01:25 e das 8:10 às 9:10. O empresário português radicado em França, Manuel Monteiro, irá também participar no Le Mans Classic ao volante de um
Chevron B16 FVC de 1970, na grelha 5, sendo os seguintes os horários previstos de pista: Sábado das 17:30 às 18:30; Domingo da 1:40 às 2:40 da madrugada e das 9:30 às 10:30.
Mais informações em www.lemansclassic.com

Texto: Jornal dos Clássicos
Imagens: Luís Sousa Ribeiro/Diogo Ferrão

Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube