Museu Jaguar encerra a 24 de Julho

Clássicos 05 Jun 2012

Museu Jaguar encerra a 24 de Julho

De acordo com as mais recentes anúncios, o museu da Jaguar em Browns Lane será encerrado aos visitantes no próximo dia 13 de Julho, sem que haja ainda confirmação quanto à localização de um novo museu Jaguar. Para já a coleção de automóveis ficará dispersa por 2 museus (o Heritage Motor Centre, em Gaydon e o Coventry Transport Museum, em Coventry) e também pelo quarter-general da empresa em Whitley. Numa declaração emitida no início do ano por Ken McConomy, PR Diretor de relações públicas e responsável pela Jaguar Heritage, a marca assegura que “foi decidida uma solução a médio prazo, na qual a Jaguar Heritage ficará localizada junto às instalações da sede da empresa Jaguar Land Rover, em Whitley. Contudo é nossa intenção ter, a longo prazo, um novo Jaguar Heritage Museum, embora no entanto não sejam divulgados mais pormenores por agora. Esperemos que esta declaração clarifique a situação, confirmando a importancia do património da Jaguar para a nova equipa de liderança.”
Após estas declarações, a Jaguar reforçou o seu empenho para com a participação em eventos históricos com a criação do programa Jaguar Heritage Racing, através do reputado especialista e preparador JD Classics. Pela primeira vez desde 1956, os C, D-Type e XK irão novamente correr com o apoio da fábrica, em circuitos e provas como Goodwood ou Nürburgring, tendo entretanto já participado no Grande Prémio Histórico do Mónaco e nas Mille Miglia. De resto a participação naquela prova italiana teve um significado especial para a Jaguar, assinalando a passagem de 60 anos desde que Sir Stirling Moss e Norman Dewis utilizaram pela primeira vez na história um automóvel equipado com travões de disco, um Jaguar C-Type. Para o efeito a Jaguar Jaguar Heritage Racing inscreveu na edição de 2012 das Mille Miglia nada menos do que seis carros: três C-Type (chassis XKC 005, XKC 018, XKC 045), um Mk VII, um XK 120 “roadster” e XK 120 “fixed-head”.

Refira-se que após a compra das marcas Jaguar e Land Rover à Ford Motor Company, pela companhia indiana Tata Motors em 2008, a Jaguar Land Rover (como passou a ser designada a empresa) procedeu a uma remodelação da estrutura da empresa, realizando importantes investimentos nas suas linhas de produção e criando cerca de 2500 novos postos de trabalho nas fábricas de Halewood e Solihull, duas das suas cinco fábricas a operar em Inglaterra.
A antiga fábrica de Browns Lane, em Coventry, viu assim sua linha de produção de veículos deslocada para outros locais, sendo o museu uma das últimas áreas ainda em actividade.
Naquele espaço, aberto ao público em 1998, podem ainda ser vistos de perto cerca de 30 automóveis, em regime de rotatividade, de um total de mais de 140 modelos da marca britânica, como de marcas que lhe estão associadas como Swallow, SS, Daimler e Lanchester. Muitos modelos encontram-se em estado totalmente operacional, tal como sairam da fábrica. Outros são únicos, incluindo “concept-cars” e o carro de corrida XJ13, único no mundo. Além da coleção de veículos, o museu procede também à certificação de veículos, possuindo também esculturas, pinturas, troféus e prêmios relacionados com o património histórico da Jaguar.
Para obter mais informações consulte www.jaguarheritage.org

Texto: Jornal dos Clássicos
Imagens: Jaguar Cars

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube